Prefeitura de Valadares busca sediar etapa do mundial de parapente

FOTO: Divulgação

No último fim de semana, o secretário de Cultura, Esporte, Lazer e Juventude, Carlos Teixeira, esteve em Andradas/MG, onde acontece a quarta etapa do Paragliding World Cup (PWC – Copa do Mundo de Parapente). O objetivo da visita foi se reunir com o presidente do PWC, Goran Dimiskovski, para pedir que Valadares sedie uma das etapas da competição. Nossa cidade sediou a Superfinal em 2013 – na época, a disputa foi transferida para Valadares em função de Baixo Guandu ter sofrido uma enchente.

O secretário Carlos Teixeira foi acompanhado pelo piloto de parapente valadarense Ederson Souza, o Godó. Na ocasião, eles também conversaram com a secretária executiva do PWC, Laura Sepet, o juiz geral da Confederação Brasileira de Voo Livre, Vinícius Matuk, e com o organizador de eventos, Luiz Cruz.

O encontro com os responsáveis pelo PWC é uma busca por mais competições para fortalecer o voo livre no pico da Ibituruna. “Expliquei para eles que Valadares está com uma nova gestão. Falei das melhorias que fizemos na infraestrutura, que possuímos um ônibus que sobe a Ibituruna duas vezes por dia e do anseio da Prefeitura e da cidade em voltar a sediar uma das etapas ou a superfinal da competição nos próximos anos”, contou Teixeira.

O presidente do PWC, Goran Dimiskovski, informou que daqui a 90 dias será realizada uma reunião na Europa em que será decidido o calendário da competição para o período de 2020/2021, e afirmou que Valadares tem grande chance de receber novamente uma etapa da competição.

O PWC é realizado em cinco etapas, sendo cada uma delas em um país. A Superfinal da competição é realizada no começo do ano seguinte ao da disputa. Cerca de 150 pilotos de diversas nacionalidades participam da competição. “O PWC, além de projetar o nome da cidade, movimenta a economia do município, porque as delegações costumam chegar dias antes. Por um período de 15 dias a cidade tem turistas movimentando hotéis, restaurantes, serviços de transporte e o comércio em geral”, afirmou Carlos Teixeira.

Campeonato Brasileiro

A Prefeitura de Valadares também se candidatou para sediar uma etapa do Campeonato Brasileiro de 2020. Essa foi a primeira vez que o município se inscreveu para realizar a competição. Até então, só as associações de voo livre tinham pleiteado as competições e a Prefeitura apenas dava apoio. A divulgação dos nomes das cidades eleitas para sediar o Campeonato Brasileiro deve ocorrer dentro de 60 dias.