Cooperação de atendimentos entre SAMU e Corpo de Bombeiros É inaugurado em Valadares

Solenidade ocorreu na sede do 6º Batalhão de Bombeiros (6ºBBM), local onde foi instalada a Central Integrada de Atendimento.Foto: Eduardo Lima

Foi realizado na manhã desta sexta feira (18) a solenidade de inauguração do convênio de cooperação que vai unificar os atendimentos de urgência e emergência do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e do Corpo de Bombeiros, em Valadares e região. A unificação dos serviços é uma parceria da Prefeitura de Valadares e o Corpo de Bombeiros. A solenidade ocorreu na sede do 6º Batalhão de Bombeiros (6ºBBM), local onde foi instalada a Central Integrada de Atendimento.
O serviço promete agilidade nos atendimentos de urgência e emergência e economia aos cofres públicos. O cidadão que precisar de atendimento vai continuar acionando o socorro pelos telefones 192 (SAMU) e 193 (Bombeiros). Uma base integrada também será instalada no Vila Isa.

A solenidade contou com a participação do efetivo do Corpo de Bombeiros e Samu de Valadares, além do comandante do 5º Comando Operacional de Bombeiros Militar, Alexandre Casarim, comandante do Sexto Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Fausto de Oliveira Machado, comandante do 6º BBM, Major Luciano Barbosa, Prefeito André Merlo secretário de Saúde, Enes Cândido e demais autoridades.

De acordo com Major Luciano Barbosa a partir de hoje, dentro das instalações do 6º Batalhão de Bombeiros (6ºBBM), as duas instituições aperfeiçoaram os termos da integração pré-existente. Na prática, os serviços tanto pelo 193 quanto 192. Agora, em casos de evidente risco de morte ou agravo à vida, a Central de Regulação do SAMU pode auxiliar os Bombeiros.
Um software será compartilhado entre as duas instituições, e vai evitar desencontros de informações, que acabam levando duas viaturas para o mesmo local e, em alguns casos, ausência de atendimento onde precisa. “As duas instituições mantêm sua gerência, mas os trabalhos serão unificados. O que queremos é salvar mais vidas e salvar o desperdício do dinheiro público”, disse.

Para o prefeito André Merlo (PSDB) o serviço vai trazer economia e otimização do atendimento para as duas instituições. “Sabemos que o momento é de crise financeira. Principalmente na área da saúde. Mesmo assim com pouco recurso não deixamos de trabalhar. Não sabemos ainda o quanto será a economia que o serviço vai trazer, mas nós tínhamos um aluguel muito caro na cidade para o Samu. A otimização do atendimento para as duas instituições vai reduzir esses custos e vai melhorar a gestão pública. Estamos felizes com essa união das instituições”, comentou o Prefeito.

O coordenador do SAMU em Governador Valadares, Edson Coimbra explicou com será a participação do efetivo das duas instituições. “A união das instituições será a soma das forças para salvar vidas, que é nosso principal objetivo. Nós temos quatro viaturas junto com as duas viaturas do Corpo de Bombeiros. O efetivo operacional continuará o mesmo. A novidade é que teremos uma base centralizada no bairro Vila Isa. Nessa base terá uma ambulância juntamente com uma USB e UR do Corpo de Bombeiros naquela região do Ibituruna. Os números para atendimentos continuam 192 e 193”, explicou.

por: Eduardo Lima | eduardolima@drd.com.br