Últimos dias para entregar agasalho da campanha do Lions Clubs de Valadares

Arrecadação de agasalhos realizada em 2018 pelo Lions Clubs Ilha. A campanha deste ano termina no domingo, dia 30

Faltam apenas cinco dias para o encerramento da Campanha do Agasalho, com o tema “A temperatura pode esfriar, seu coração não”, desenvolvida pelo Lions Clubs Ilha em parceria com o Lions Clubs Sul e o Lions Clubs Figueira do Rio Doce, tendo como apoiadores o DIÁRIO DO RIO DOCE, TV Leste, AADVOG, Avadma, Loja Maçônica Liberdade, Igualdade e Fraternidade, Rotary e Consep. Esta é a quinta edição e tem como objetivo arrecadar agasalhos, calçados e cobertores que estejam em bom estado de conservação, para serem doados a pessoas necessitadas. Desde que foi desenvolvida a campanha, todo ano é um sucesso, e este ano a coordenação espera que a comunidade continue abraçando a causa.

A presidente do Lions Clubs Ilha, Creuza Leite Gualberto, ressalta que, desde que o clube foi fundado, o objetivo sempre foi servir à comunidade. “O Lions há 39 anos tem o compromisso de ajudar a comunidade valadarense. Então, há 5 anos estamos desenvolvendo essa campanha do cobertor, e as pessoas sempre abraçam a causa. Temos só que agradecer, e que todos possam continuar ajudando o Lions a ajudar. O frio já chegou e precisamos ajudar quem precisa.”

A Global Service Team (GST) do Lions Clubs Ilha, Aparecida Moreira, ressalta que a campanha é de grande importância e, para que seja um sucesso, conta com o apoio da comunidade. “Sempre pensamos nossa campanha em cima da necessidade da comunidade. A campanha é sucesso porque, além dos postos de arrecadação, saímos e pedimos nossos amigos e conhecidos para que doem. Podem ser doados: cobertores, edredons, mantas, colchas, lençóis, agasalhos, meias e sapatos que estejam em bom estado de conservação.”

A diretora de Patrimônio do Lions Clubs Ilha, Ione Leite de Almeida, conta que no dia da entrega das doações haverá distribuição de lanche. “Vamos fazer a entrega em bairros carentes, aos moradores de rua que ficam na rodoviária, na estação ferroviária, nas avenidas da cidade, enfim, vamos sair pelas ruas procurando quem precisa. A entrega ainda não tem data definida, mas na hora vamos fazer também a entrega de um lanche.”

Os interessados em ajudar podem deixar as doações no DIÁRIO DO RIO DOCE e na TV Leste Record, até o dia 30 de junho.

Lions Clubs International

É uma organização internacional de clubes de serviço cujo objetivo é promover o entendimento entre as pessoas em uma escala internacional, atender a causas humanitárias e promover trabalhos voltados a comunidades locais. Em 2015, contava com mais de 46 mil clubes locais em 200 países e 1,4 milhão de membros.

A organização foi fundada nos Estados Unidos em 10 de outubro de 1917, por Melvin Jones, e se tornou internacional em 1920, quando foi fundado um Lions Clubs no Canadá. Dentre as ações realizadas pelo grupo estão a construção de hospitais, equipamentos escolares, a criação de workshops para jovens com deficiência física, prestação de ajuda em enchentes, entre outros.

Sob a égide de Lions Clubs Internacional são organizados os Leo Clubs: organizações de serviço voltadas à juventude, nos moldes do Leonismo. No Brasil ainda existe o Clube de Castores, o primeiro clube de serviços juvenil do Brasil, funcionando desde 1963 e trabalhando à semelhança do Lions no apoio à comunidade com trabalhos sociais.

O Lions Clubs International foi uma das primeiras organizações não governamentais convidadas a auxiliar na elaboração da Carta da ONU, tendo grande importância na mesma. O Lions Clubs International trabalha com a Organização das Nações Unidas desde a sua fundação, em 1945, para levar ajuda aos necessitados de todo o mundo, fato que se comprova por ser a única instituição a possuir, todo ano, um dia exclusivo na ONU, que atende aos leões de todo o mundo. Em 2007 o Lions Clubs International foi escolhido como a melhor ONG do mundo pela ONU, tendo sido também em 2016 indicado para o prêmio Nobel da Paz 2017.

por Angélica Lauriano | angelica.lauriano@drd.com.br