Polícia de Teófilo Otoni investiga morte de vereador de São José do Divino

0
216
O vereador Ronildo Rodrigues dos Santos foi internado em estado grave no Hospital Municipal de Governador Valadares, mas morreu na tarde de segunda-feira. FOTO:Divulgação.

A Delegacia Regional de Teófilo Otoni segue investigando a morte do vereador de São José do Divino Ronildo Rodrigues dos Santos (PHS), mais conhecido por Maia. Ele foi baleado no peito e no braço na manhã de domingo quando ordenhava uma vaca na fazenda de um amigo. O vereador ficou gravemente ferido e foi trazido para o Hospital Municipal, em Governador Valadares, mas não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo na tarde de segunda-feira, 11.

O DIÁRIO DO RIO DOCE tentou entrar em contato com o delegado que está investigando o caso, José Eduardo Filho dos Santos, da Regional de Teófilo Otoni, mas ele se encontrava em diligência na tarde de ontem e por isso não foi possível saber se os suspeitos já foram presos e se já foi apurado o verdadeiro motivo do crime. Até então, a versão do rapaz de 18 anos preso em flagrante, acusado de fazer os disparos, é de que ele recebeu R$ 2 mil para matar o vereador, a pedido de dois homens, um dos quais seria o marido da mulher com quem a vítima estaria tendo um relacionamento amoroso.

O rapaz que teria sido contratado para matar o vereador não teve o nome divulgado, mas aparece em um vídeo confessando o crime e dando detalhes de como foi a trama. FOTO:Divulgação.

O homem acusado de ser o mandante é também vereador em São José do Divino, Marcus Vinícius Lima (PPS), conhecido como Carioca, mas ele compareceu espontaneamente na delegacia e negou qualquer participação. A polícia prendeu também o homem acusado de ser o intermediário na contratação do pistoleiro e um que teria escondido a arma do crime, que até ontem não havia sido localizada.