Pastor e padre falam das expectativas para o Novo Ano

0
341

A mudança de ano traz uma sensação de novidade, proporciona às pessoas uma reflexão de tudo que foi realizado e do que ficou pendente. É como se dividisse a vida em ciclos, em que se desengavetam projetos e se fazem novas promessas. A virada do ano é tempo de reflexão e esperança de um mundo melhor.

Para o pastor Bruno Queiroz, da Primeira Igreja Presbiteriana Renovada, a passagem de ano significa estar entre retrospectivas e expectativas.

“Em poucos instantes iniciará um novo ciclo. E nesta contagem regressiva,
o nosso coração deve ser envolvido pela dinâmica da retrospectiva e expectativa”, explica pastor Bruno. 

“Estamos no limiar de um novo ano. Em poucos instantes iniciará um novo ciclo na nossa vida. E nesta contagem regressiva e emocionante, o nosso coração deve ser envolvido pela dinâmica de 2 nobres palavras: retrospectiva e expectativa.

A retrospectiva nos faz “olhar para trás”. Ela nos proporciona trazer à memória os desafios vencidos, as lágrimas derramadas e as alegrias celebradas. E este olhar assertivo para o passado tem o poder de gerar gratidão no presente.

A expectativa nos faz “olhar para frente”. Ela nos oportuniza visualizar, de forma vibrante, um futuro desejável. Ela nos conduz a sonhar um novo sonho; a ousar sonhar grande. E este olhar para o futuro tem o poder de gerar esperança no nosso presente.

E, por fim, nesta dinâmica de passado e futuro, de retrospectivas e expectativas, olhamos para o presente e afixamos 5 princípios impreteríveis para um novo ano extraordinário: 1) Seja a gratidão a mais alta expressão do seu coração; 2) Seja o amor a mais nobre semente a deixar nos seus relacionamentos; 3) Seja a fé a mais forte arma empunhada diante dos desafios da vida; 4) Seja a comunhão com Deus a mais alta prioridade da sua alma; 5) Seja a eternidade com Cristo o foco principal de todas as suas ações. Que você viva um 2019 surpreendente e abençoado. Feliz ano novo!”

Já para o padre Wladmir Gonçalves Pereira, da Paróquia Sagrada Família, ano novo significa vida nova. “Estamos no início de um novo ano, nesse momento é importante uma reflexão sobre o que deu certo e o que não deu em nossa vida. Muitas vezes desejamos várias mudanças, mas esquecemos que, em primeiro lugar, quem deve buscar mudança somos nós.

“Muitas vezes desejamos várias mudanças, mas esquecemos que, em primeiro lugar,
quem deve buscar mudança somos nós”, explica padre

No âmbito religioso, o que eu deixei a desejar? Procurei realmente enriquecer minha espiritualidade promovendo a unidade, a paz, o amor e a fraternidade na comunidade onde participo? Ou fui omisso só esperando dos outros, só criticando, desejando que as coisas dessem errado e enfraquecendo o espírito de unidade e fraternidade?

A chegada de um novo ano sempre traz muitas expectativas, pois sempre queremos e desejamos coisas boas e que nossos sonhos se tornem realidade.

A mudança deve começar em nós. Cada um faça sua avaliação para ver se realmente algo que você planejou aconteceu ou não.

Às vezes, por causa de uma atitude precipitada, o resultado que poderia ser positivo acaba dando errado e com isso acaba ferindo as pessoas, frustrando-me e desistindo de tentar de novo.

Se quisermos que o nosso ano seja melhor, é preciso começar com mudanças de atitude e de comportamento.

Se almejamos conquistas, temos que lutar por elas; e não esperar pelos outros.

Desejo que todos nós renovemos a esperança, os sonhos e as alegrias. Deixemos de lado rancores, aborrecimentos e murmúrias. Vamos esvaziar nosso coração de coisas ruins e enchê-los com os melhores sentimentos que a fé nos proporciona.

Que o Espírito Santo inflame todo nosso ser, a fim de que sejamos pessoas renovadas em 2019.

Sejamos felizes e façamos os outros felizes também.

Um Feliz 2019!!”