[the_ad id="288653"]

Um coração para amar…

FOTO: Freepik

Amados irmãos e irmãs, é meu desejo que na sua casa habite a humildade do Sagrado Coração de Jesus.

Na semana que passou, a igreja celebrou a solenidade do Sagrado Coração de Jesus.

Ao iniciar este artigo, estou, então, de frente para a TV assistindo ao noticiário do dia e não consigo selecionar sequer uma notícia positiva e de esperança. Percebo que estão preferindo não falar do que brota no coração de Jesus: amor, esperança e caridade.

O que vejo é: “Israel lança bomba sobre escola em Gaza e mata 45”; “Pantanal registra mais de 900% de aumento nos focos de queimadas em 2024”; “Bombas falham e ruas voltam a ficar alagadas em Porto Alegre”, e por aí vão mais notícias desta natureza.

Não sei se por apelo midiático de maior visibilidade, o que um dia chamamos de Ibope, e que hoje se tornou “like”, a frieza dos corações cederam e o que mais tem importado não é a informação pura e simples, de modo geral, mas a informação de sofrimento e desespero “apimentada” com requinte de desgraça.

O Papa Francisco bem disse em documento sobre o Sagrado Coração de Jesus, anunciado no último dia 5: Este novo documento sobre o culto ao Sagrado Coração de Jesus, nos desafia a refletir sobre os aspectos “do amor do Senhor que podem iluminar o caminho da renovação eclesial; mas também dizer algo significativo a um mundo que parece ter perdido o coração”.

E ao final da Audiência Geral, o Papa anunciou que, em setembro próximo, publicará um texto magisterial sobre “esse culto carregado de beleza espiritual”, para que ilumine o caminho de renovação da Igreja e da humanidade.

Muito oportuno que se reflita bastante sobre os rumos que estamos dando à nossa vida, nossos relacionamentos, no que tange a empatia, a tolerância, a caridade, enfim, o amor fraterno.

Precisamos urgentemente repensar o nosso modo de encarar o mundo e as pessoas, enxergando no outro, alguém que também anseia por notícias de paz e de esperança. E enquanto os noticiários nos privam de conhecer a boa notícia que traz tranquilidade às nossas famílias, sejamos nós, então, os próprios mensageiros destas. Podemos e devemos iniciar pelo anúncio da Boa Nova de Jesus.

Sugerem alguns agnósticos que é “perda de tempo” confiar nosso futuro e nossa existência a Deus. Porém eu afirmo e questiono o que seria da humanidade se Deus não estendesse suas mãos misericordiosas sobre a nossa ignorância, aridez e muitas vezes, falta de fé?!.

Ficamos por aqui, sempre rogando pela intercessão dos santos e anjos, e que não cessem de nos apontar o caminho de Jesus, para que Ele nos restaure e nos dê um coração para amar.

Bom domingo, fraterno abraço e que sua semana seja somente de boas notícias.


(*) tiaoevilasio1@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

[the_ad_placement id="home-abaixo-da-linha-2"]

LEIA TAMBÉM

A gestão dos parques tecnológicos

🔊 Clique e ouça a notícia Atualmente, 50% dos parques tecnológicos no Brasil são operacionalizados por universidades, que tendem a atuar por meio de fundações e autarquias. A questão de

No entorno do futebol

🔊 Clique e ouça a notícia Para quem no passado já um pouco distante foi amante do futebol, aquele futebol que encantava e levava mesmo ao delírio multidões de pessoas

O Esmilinguido

🔊 Clique e ouça a notícia Desde muito tempo ouvimos a frase: a vida é uma escola. É sem dúvida uma verdade clara para qualquer ser humano. Acredite quem quiser!