[the_ad id="288653"]

Brasil nas alturas

Torres do Yachthouse, 81 andares, com 281 metros de altura

Por Crisolino Filho (*)

Quando se fala em descolamento, é porque tem setores econômicos do Brasil que trilham um caminho bastante diferente daquele comandado pelas políticas tradicionais de desenvolvimento. Veja o caso da cidade de Balneário Camboriú, no estado de Santa Catarina, conhecida como a Dubai brasileira, em referência a quantidade de edifícios de 40, 50, 60, 70 e acima de 80 andares que foram ou estão sendo edificados por lá?! O YACHTHOUSE, por exemplo, é composto por duas torres gêmeas de 81 andares cada uma, com 281 metros de altura (quase um terço da altura do pico da Ibituruna), com apartamentos de 270m², em duas unidades por andar de muita sofisticação. Custa entre R$ 6 milhões a R$ 10 milhões, hoje o metro quadrado mais caro do país.

Notícias dos jornais dão conta de que é no YACHTYHOUSE, em BC, que o craque da seleção brasileira Neymar Jr adquiriu uma das duas coberturas. Dizem também que famosos como Alexandre Pires, Luan Santana e Sorocaba (aquele da dupla sertaneja) também adquiriram apartamentos por lá.  Além do Yachthouse existem vários outros; uns já e outros sendo erguidos em BC:

One Tower –  89 andares, com 290 metros de altura
Yachthouse – 81 andares, com 281 metros de altura
Boreal Tower – 64 andares, com 240 metros de altura
Titanium Tower – 57 andares, com 238 metros de altura
Infinity Coast – 70 andares, com 234 metros de altura
Vitra – 61 andares, com 226 metros de altura
Epic Tower – 54 andares, com 190 metros de altura
Millennium Palace – 46 andares, com 177 metros de altura
Splendia Tower – 43 andares, com 175 metros de altura

Na vizinha cidade praiana catarinense de Itapema estão sendo erguidos a torre Empire, com 60 pavimentos e 234 metros de altura, e a VR Tower – como vai se chamar o arranha-céu residencial – de 60 andares e 237 metros de altura.

Já em Goiânia, a linda capital do estado de Goiás, foi edificada o espelhado Orion Business Health Complex, um gigantesco centro comercial, hotel e hospital, em um prédio de 50 andares com 191 metros de altura. Além do Orion, já está concluído o Kingdom Park Residence, de 52 andares e180 metros de altura, com um apartamento por andar, 482 m² de área privativa, 5 suítes e elevadores de altíssima velocidade, com ar-condicionado.

Mesmo o Nordeste tem dado exemplo de crescimento. Em João Pessoa, capital da Paraíba, foi construído o Tour Geneve, um edifício comercial, empresarial e residencial de 51 andares, com 183 metros de altura. Aliás, não bastasse isso, todas as capitais do Nordeste estão coalhadas de prédios de alto perfil. Isso é o Brasil nas alturas.


(*) Crisolino Filho é escritor, advogado e bibliotecário | E-mail: crisffiadv@gmail.com  – WhatsApp: (33) 98807-1877 | Escreve nesse espaço quinzenalmente

As opiniões emitidas nos artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores por não representarem necessariamente a opinião do jornal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

[the_ad_placement id="home-abaixo-da-linha-2"]

LEIA TAMBÉM

A interação entre universidades, empresas e governos

🔊 Clique e ouça a notícia por Igor Torrente (*) Universidades e institutos de pesquisa são celeiros do conhecimento, estando comprometidos com o desenvolvimento de novas ideias e soluções. Contudo,

‘Castelo de Babel’

🔊 Clique e ouça a notícia por Ulisses Vasconcellos (*) Tenho uma teoria de que a mesma viagem pode ser vivida infinitas vezes. A primeira, claro, no presente, com o

Horoscopomania e barra

🔊 Clique e ouça a notícia Por Crisolino Filho (*) Como tudo na vida, as manifestações sobre horóscopo têm duas vertentes. Por um lado, alguns cientistas dizem que a astrologia