[the_ad id="288653"]

Acalculia e discalculia: uma vida sem números

FOTO: Freepik
por Carlos Torrente (*)

Sou de uma época em que o aluno que não aprendia Matemática era “taxado” como preguiçoso, burro, desinteressado e outros adjetivos nada elegantes. Era muito intrigante perceber que o aluno sobressai bem nas demais disciplinas e não conseguia sobressair em Matemática. Com o tempo e depois de muitas pesquisas consegui ver que esse aluno tem um transtorno de aprendizagem que não está relacionado com o QI e que esse transtorno não é uma doença.
A ACALCULIA e a DISCALCULIA são transtornos ligados à dificuldade na aprendizagem de Matemática.

Um acidente vascular, um traumatismo crânio encefálico, entre outros, podem provocar lesões no cérebro do indivíduo, levando-o a perder habilidades matemáticas já adquiridas. O indivíduo que apresenta essas dificuldades adquiriu um transtorno chamado de ACALCULIA.

A DISCALCULIA é um transtorno definido pela falta de habilidade do indivíduo de compreender e manipular números, caracterizada como uma desordem neurológica.

Crianças portadoras de discalculia são incapazes de identificar sinais matemáticos, montar operações, classificar números, entender princípios de medida, seguir sequências, compreender conceitos matemáticos, relacionar o valor de moedas entre outros.

Existem muitas dificuldades para determinar as causas da discalculia, pois não existe uma causa única; existe um conjunto de fatores que levam a crer que um indivíduo possui sinais deste distúrbio ligado ao aprendizado da Matemática.

Não é por deficiência mental, má escolarização, déficits visuais ou auditivos que o indivíduo apresenta essa dificuldade de aprendizagem assim como não tem nenhuma ligação com níveis de QI e inteligência.

Estima-se que entre 3 a 6% das crianças têm discalculia do desenvolvimento.

Muitas crianças tendem a não gostar das aulas de Matemática porque acham difíceis, chatas e pouco estimulantes. Mas não é por este motivo isolado que classificaremos essas crianças tendo Transtorno de Matemática. Os pais e professores devem ficar atentos para detalhes que servem para diagnosticar este transtorno.

A característica essencial do Transtorno da Matemática consiste em uma capacidade para a realização de operações aritméticas. Este transtorno interfere significativamente no rendimento escolar ou em atividades da vida diária que exigem habilidades matemáticas.

Os sintomas da discalculia podem variar de indivíduo para indivíduo, apresentando diferentes tipos de dificuldades em Matemática e podem manifestar-se em diferentes idades, com tendência de piorar à medida que o indivíduo fica com mais idade.

Candidatos que atestaram discalculia têm auxílio para a prova do Enem, sendo que a ajuda oferecida durante a prova para os discalcúlicos são o acesso a uma calculadora e uma hora a mais para concluir a prova, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O órgão também informa que, assim como para os participantes com dislexia, os discalcúlicos devem informar no ato da inscrição a necessidade de atendimento especializado e apresentando um laudo médico como documento comprobatório.


(*) Mestre em Educação Matemática pela UFOP, especialista em Matemática e Estatística pela UFLA e graduado em Matemática pela FUNEC (Caratinga)

As opiniões emitidas nos artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores por não representarem necessariamente a opinião do jornal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

[the_ad_placement id="home-abaixo-da-linha-2"]

LEIA TAMBÉM

A interação entre universidades, empresas e governos

🔊 Clique e ouça a notícia por Igor Torrente (*) Universidades e institutos de pesquisa são celeiros do conhecimento, estando comprometidos com o desenvolvimento de novas ideias e soluções. Contudo,

‘Castelo de Babel’

🔊 Clique e ouça a notícia por Ulisses Vasconcellos (*) Tenho uma teoria de que a mesma viagem pode ser vivida infinitas vezes. A primeira, claro, no presente, com o

Horoscopomania e barra

🔊 Clique e ouça a notícia Por Crisolino Filho (*) Como tudo na vida, as manifestações sobre horóscopo têm duas vertentes. Por um lado, alguns cientistas dizem que a astrologia