Vereador coronel Wagner cobra explicação sobre o aumento da passaginha

0
393
FOTO: Divulgação

O vereador coronel Wagner usou a Tribuna Edison Gualberto para se manifestar contra a Empresa Valadarense de Transporte Coletivo, agora Mobi. Para mostrar sua indignação, o parlamentar pediu, da Presidência do Legislativo, informações sobre a nova convocação do presidente do Conselho Municipal de Transporte e Trânsito, para prestar esclarecimentos sobre o preço da “passaginha” e também a dupla função que tem sido exercida pelo motoristas. O vereador disse: “dez ônibus com ar-condicionado e motoristas exercendo várias funções. Isso é uma vergonha!”

O primeiro agendamento foi marcado para o dia 11 de dezembro e não contou com o comparecimento de nenhum representante do Conselho Municipal de Transporte e Trânsito. O requerimento apresentando na terceira Reunião Ordinária de fevereiro foi assinado por todos os vereadores.