Sindicato da Panificação de GV celebra o Dia do Panificador

O sindicato homenageia os panificadores e destaca a contribuição social e econômica alcançada ao longo dos anos

Desde os egípcios, que assavam os pães nas pedras, utilizando fornos de barro para cozimento, passando pela Roma antiga, onde era feito em casa pelas mulheres, posteriormente os pães passaram a ser fabricados nas padarias públicas, na França do século 17. Com os processos modernos de panificação, as receitas se disseminaram e chegaram ao Brasil com os imigrantes italianos. Assim, percebemos que o pão e os primeiros panificadores já faziam parte da história da humanidade, alcançando hoje grande relevância social e econômica.

Atualmente, com o aumento da competitividade no segmento, as padarias têm buscado inovar seu mix de produtos, produzindo pães de sabores e formatos diferentes, além de confeitos cada vez mais atrativos e requintados. E isso graças aos panificadores, que têm realizado verdadeiras obras de arte, contribuindo para o aumento do consumo de pães e produtos nas padarias.

Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria (ABIP), o consumo per capita no Brasil é de 33,5 kg, e dos pães consumidos, 86% correspondem a pães artesanais (58% pão francês) e apenas 4% são pães industrializados.

Nesta segunda-feira (8) é comemorado o Dia do Panificador e, de acordo com Marcos Lopes, presidente da Fiemg Regional Rio Doce e do Sindicado das Indústrias da Panificação e Confeitaria de Governador Valadares (SINPAC-GV), o setor ainda pode melhorar, mas os resultados já alcançados, que vêm contribuindo para o desenvolvimento da cidade e região, merecem ser celebrados.

O SINPAC-GV possui atualmente mais de 50 padarias associadas, com representantes sempre presentes nas reuniões, nos cursos de qualificação, treinamentos e trabalhando permanentemente em prol das melhorias do segmento, trazendo novas tecnologias para o processamento e conservação dos alimentos. Um desses avanços no setor foi o congelamento dos produtos. De acordo com a ABIP, a indústria de congelados vem crescendo nos últimos anos, permitindo uma maior diversidade de produção e venda dos produtos panificados.

Essa tecnologia dos congelados já chegou a Valadares, tanto é que, no mês de abril, associados do SINPAC-GV participaram de uma visita técnica a Pouso Alegre, para conhecerem os métodos de congelamento e descongelamento dos pães, com foco na otimização dos produtos, evitando desperdícios ou sobras.

“Vimos de perto que, mesmo após retirados do freezer e assados, os pães permanecem crocantes, cheirosos e saborosos, como se tivessem sido feitos na hora. Tudo isso é possível graças à utilização de ultracongeladores mais eficientes e modernos, que permitem oferecer pães com a mesma qualidade dos pães frescos”, destacou Lopes.

Durante o mês de julho, diversas atividades vão ser desenvolvidas para comemorar o dia do panificador. Palestras, cursos e momentos de lazer farão parte da programação. Neste dia 8 de julho, o SINPAC-GV parabeniza a todos os panificadores, que todos os dias, bem cedo, já estão preparando um dos nossos primeiros alimentos do dia. “Além de o mercado da panificação ser extremamente relevante para a nossa cidade, nosso estado e nosso país, temos que ressaltar os profissionais que levam todos os dias o pão e todo o encanto que reúne nossas famílias na mesa, tornando nossos dias mais saborosos”, concluiu Marcos Lopes.