Ministro da Infraestrutura vem a GV para discutir privatização da BR-381

486
A concessão por 30 anos prevê recuperação, conservação, manutenção, operação, implantação de melhorias e ampliação de capacidade das rodovias.Ministério da Infraestutura/Divulgação

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, estará hoje (1º) em Governador Valadares para audiência pública que discutirá a concessão à iniciativa privada de 673,82 km da BR-381 e da BR-262, entre Minas Gerais e o Espírito Santo. O encontro acontecerá das 8h30 às 12h30, na União Ruralista Rio Doce (rua João Dias Duarte, 1.450, bairro São Paulo). Esta é a primeira de quatro audiências públicas promovidas pelo Ministério da Infraestrutura e pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) – as demais serão realizadas em Belo Horizonte, Vitória e Brasília.

Ministro Tarcísio Freitas discute hoje em Valadares a privatização de trechos da BR-381 e da BR-262.FOTO: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

De acordo com as minutas de edital e contrato, a concessão consiste na exploração, por 30 anos, da infraestrutura e da prestação do serviço público de recuperação, conservação, manutenção, operação, implantação de melhorias e ampliação de capacidade da BR-381 no trecho entre Sabará e o entroncamento com a BR-116, em Governador Valadares. Na BR-262, as obras serão do trecho de João Monlevade até o entroncamento com a BR-101, em Viana, no Espírito Santo.

Segundo a ANTT, estão previstos R$ 9,1 bilhões em investimentos e R$ 5,6 bilhões em custos operacionais para os 30 anos de concessão. Entre as principais obras estão previstas a duplicação de 595,4 km da rodovia, 42,4 km de faixas adicionais e a construção de 54 passarelas para a sociedade.

Haverá cobrança de pedágio em onze pontos, nas duas rodovias, com proposta de tarifa de R$ 8,54 para pista simples e R$ 11,10 para pista dupla. Os pontos de pedágio na BR-381 entre Governador Valadares e Belo Horizonte serão nos municípios de Periquito, Belo Oriente, Itabira, João Monlevade e Caeté.

Além do ministro Tarcísio Freitas, outras lideranças políticas são esperadas para a audiência, entre elas o prefeito André Merlo (PSDB), que defende a privatização como uma garantia de duplicação da BR-381. André anunciou que pleiteará a instalação de um ponto de pedágio em Valadares, como forma de gerar empregos e aumentar a arrecadação do município.

“Precisamos, de mãos dadas, trabalhar por mais essa conquista para nossa cidade. Por isso, é importante a participação de todos vocês nesta audiência. A 381 é mais conhecida por nós como rodovia da morte, e por isso temos lutado muito, desde o início da nossa gestão, para ajudar a resolver questões como a duplicação e também a privatização. Acreditamos que essa estrada só vai se concretizar se for privatizada. Vamos nesta audiência para pleitear esses benefícios pra nossa cidade e, inclusive, trabalhar para que a praça de pedágios seja em Valadares, para assim gerar emprego e impostos em nosso município”, disse o prefeito.

Crédito: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil