Lideranças políticas visitam obras de nova adutora de água de GV

638
FOTO: Fábio Monteiro

Uma comissão de representantes dos poderes Executivo e Legislativo visitou, na tarde e ontem, 30, uma das frentes de trabalho da nova fase de execução da obra da adutora de Governador Valadares. Representantes da Fundação Renova, responsável pelo trabalho, também acompanharam a visita. A segunda frente de trabalho, visitada ontem pela comissão, está localizada em uma área entre o aeroporto e a linha férrea e conta, atualmente, com 500 metros de tubos já instalados, dos 2,3 quilômetros previstos para o trecho. O outro trecho, não visitado, está localizado na rua Cícero Siqueira, no bairro Santa Rita, com a instalação de 300 metros de tubos. Cerca de 100 homens estão trabalhando na execução dos trabalhos. O presidente da comissão de vereadores que acompanha a obra, Paulinho Costa, salientou que a preocupação da população valadarense é com a execução e a conclusão da obra. “Mas, desde o ano passado, a gente vem acompanhando a Renova e hoje estamos aqui, ao vivo, vendo a obra”, afirmou.

RENOVA GARANTE ENTREGA NO PRAZO

O líder da obra da adutora da Fundação Renova, o engenheiro Flávio Pires, detalhou alguns pontos da construção aos visitantes. Segundo Flávio, a obra começou com a retirada de vegetais na área urbana. Em seguida, foi realizada a topografia no eixo da adutora. Depois vieram os pré-moldados e a compra de tubos. “Hoje a gente começa a ver a construção da adutora com a colocação dos blocos, a escavação e a montagem dos dutos. Aqui dentro da faixa da ferrovia da Vale são 28 quilômetros. De tubos estocados em Valadares, temos 2500, o que dá aproximadamente 18 quilômetros”, afirmou o engenheiro.

Prefeito, secretários e vereadores visitaram as obras da nova adutora de água de Governador Valadares. FOTO: Fábio Monteiro

Sobre o prazo de entrega, Pires garantiu que a obra estará em pleno funcionamento em março de 2021. “Este é o nosso compromisso. Os serviços de obra se encerram em dezembro de 2020. Nos três meses seguintes, vamos fazer a operação assistida e, em seguida, passaremos o bastão para o SAAE, capacitando os servidores para que eles possam dar continuidade ao trabalho sem problemas”, disse. Em maio será iniciada uma terceira frente de trabalho, com a instalação de 4 quilômetros de tubos no distrito de Baguari. “Estamos finalizando a instalação dos tubos no ramal do bairro Santa Rita e vamos iniciar a frente de instalação em outro trecho próximo, segundo o cronograma de execução”, explicou o engenheiro. A adutora de Valadares, com 35 quilômetros, vai captar água no rio Corrente Grande, indo até o ponto de interligação com as Estações de Tratamento de Água (ETAs) nos bairros Santa Rita, Vila Isa e Centro, totalizando 37 quilômetros de rede de captação alternativa.

Três pátios de tubos e dois canteiros de obras foram montados e já receberam mais de 2.800 tubos, o que equivale a 16,9 quilômetros de extensão, necessários para garantir a continuidade dos serviços. Os tubos estão armazenados em três pátios, no bairro Atalaia, Distrito Industrial e próximo ao distrito de Baguari.