Deputado federal Euclydes Pettersen recebe a Medalha da Inconfidência

Deputado federal Euclydes Pettersen foi agraciado com a comenda mais importante do Estado.Foto: Divulgação

Deputado federal Euclydes Pettersen é indicado pelo governador de Minas Gerais, Romeu Zema, com a Medalha da Inconfidência

O deputado federal Euclydes Pettersen (PSC) recebeu neste domingo, 21, em Ouro Preto, a Medalha da Inconfidência, a maior comenda do Estado de Minas Gerais, por indicação do governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo). A medalha é concedida a pessoas que contribuíram para o desenvolvimento do Estado e do país. A cerimônia, que celebra o Dia de Tiradentes, mártir da Inconfidência Mineira, contou com a presença de diversas autoridades do Estado.

Euclydes Pettersen recebe das mãos do presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), deputado Agostinho Patrus (PV), a Medalha da Inconfidência. FOTOS: Divulgação

Euclydes Pettersen recebeu a Medalha da Inconfidência das mãos do presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), o deputado Agostinho Patrus (PV), que também preside o Conselho da Medalha. O deputado enalteceu a importância da homenagem. “Sinto-me muito honrado por ter sido indicado pelo governador Romeu Zema para receber tamanha honraria, que é a Medalha da Inconfidência, principalmente por estar representando o nosso Vale do Rio Doce, em especial Governador Valadares, cidade da qual coloco meu mandato inteiramente à disposição na Câmara dos Deputados, para que consigamos a inclusão do Vale do Rio Doce na área Sudene, trazendo desenvolvimento e geração de emprego”, disse.

Deputado federal Euclydes Pettersen ao lado do delegado-geral da Polícia Civil de Minas Gerais, Wagner Pinto, e do médico Pedro Coelho

O deputado federal Euclydes Pettersen também agradeceu a indicação do governador Romeu Zema e a todos os membros do conselho da medalha, por manter cerimônia tão importante na cidade símbolo da pátria. “O evento foi prestigiado por diversas autoridades e representantes políticos. Uma data importante para os mineiros, um marco para nosso estado e toda a nação”, destaca.

Também participaram da solenidade o comandante-geral da Polícia Militar de Minas Gerais, coronel Giovanne Gomes da Silva, o delegado-geral da Polícia Civil de Minas Gerais, Wagner Pinto de Souza, e o presidente do Tribunal de Justiça de Minas, desembargador Nelson Missias.

Deputado federal Euclydes Pettersen ao lado do presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, o desembargador Nelson Missias

A cerimônia

Criada em 1952 pelo governador Juscelino Kubitscheck, a Medalha da Inconfidência possui quatro designações. Além do Grande Colar, a ser entregue ao presidente da República, Jair Bolsonaro, que não compareceu à cerimônia por compromissos previamente agendados, neste ano 30 pessoas foram agraciadas com a Grande Medalha, 52 com a Medalha de Honra e 43 com a Medalha da Inconfidência.

De acordo com a Constituição do Estado, o governador decreta a transferência simbólica da capital de Minas Gerais para Ouro Preto. A cidade foi a capital mineira de 1823 até 1897. Como no ano passado, atendendo a pedidos da população e para minimizar os impactos na rotina da comunidade local, o Governo de Minas realizou a solenidade em dois momentos distintos. Na Praça Tiradentes, o governador passou pela ala dos dragões. Em seguida, colocou flores no monumento a Tiradentes e assistiu à salva de 21 tiros.