Homem cai em cilada e é morto com três tiros no Esplanadinha

0
363
Renderson voltava para o bairro Santa Helena, quando foi surpreendido pelos assassinos; ele morreu no local. Foto: Roberto Higino

Mais um homicídio foi registrado em Governador Valadares, na noite da última quinta-feira. De acordo com informações da Polícia Militar, o crime aconteceu por volta das 22 horas, na avenida Álvaro Reis, no bairro Esplanadinha, e teve como vítima Renderson Brayan Ribeiro de Assis, 25 anos, que morava no bairro Santa Helena. Os policiais que atenderam à ocorrência suspeitam que o crime tenha sido premeditado e que a vítima tenha caído numa cilada armada por uma mulher ainda não identificada.

Foi apurado no local que Renderson teria recebido um telefonema da suposta mulher para que fosse até a casa dela, no bairro São Pedro, e que ele teria contratado um mototaxista para levá-lo até o endereço indicado por ela. De acordo com o motoqueiro, eles chegaram a procurar o endereço, mas não encontraram e decidiram voltar para o bairro Santa Helena, quando foram surpreendidos por dois homens, que estavam também de moto e atiraram na direção deles.

Assim que ouviu o primeiro disparo, o mototaxista disse que pulou da moto e correu para pedir ajuda. Ele teria encontrado uma viatura da base da PM próxima do clube Filadélfia. Renderson levou o primeiro tiro e caiu, depois disso os criminosos teriam efetuado vários disparos com uma pistola .380. De acordo com levantamento feito pelos peritos da Polícia Civil, a vítima foi atingida por dois tiros nas costas e um no braço. Os peritos também recolheram 13 cartuchos de calibre .380, o que caracteriza a real intenção dos assassinos de eliminar o rapaz.

O corpo da vítima foi recolhido pela Polícia Civil e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para ser examinado e depois liberado aos familiares. A ocorrência foi encaminhada à Delegacia Regional. Uma equipe da Delegacia de Homicídios ficou encarregada de dar sequência às investigações, a fim de identificar e localizar os suspeitos. O crime foi gravado por câmaras de monitoramento instaladas nas residências no local, as quais poderão ajudar nas investigações.