Cruzeiro planeja preservar titulares contra o Tombense

0
157
FOTO: Divulgação

O Cruzeiro tem pela frente o Tombense, hoje, pelo Campeonato Mineiro. A comissão técnica estuda preservar alguns titulares neste compromisso.

A provável escalação com reservas deve ter um reforço de peso: Thiago Neves. Ele está fora de combate desde o dia 3 de fevereiro em função de um estiramento na panturrilha direita. Essa semana, o meia foi liberado pela fisioterapia para iniciar os trabalhos físicos.

– Quem ganha com essa qualificação é o torcedor. O Thiago está fazendo os treinamentos, já está totalmente recuperado. A questão da equipe que vai iniciar o jogo, nós ainda vamos conversar, tem uma leve tendência (rodar o elenco). Mas vamos avaliar, reavaliar os atletas. A equipe que for atuar vai ser forte. O torcedor pode comparecer porque quem for atuar vai estar muito preparado para a gente voltar a vencer no Mineiro – ressaltou o auxiliar Sidnei Lobo, incumbido de conceder coletiva na Argentina após a expulsão do técnico Mano Menezes.

A estreia com vitória na Libertadores garantiu mais que os três pontos ao Cruzeiro. A arrancada positiva foi essencial para o planejamento do time, uma vez que estão se aproximando as fases finais do Campeonato Mineiro e, no final de abril, começa o Brasileirão.

– O que a gente busca no dia a dia é pontuar o mais rápido possível, conseguir a classificação, até para todos terem tranquilidade, poder rodar. Nós temos duas competições, daqui a pouco começa o Brasileiro e a gente precisa de todos – disse Sidnei Lobo.

O que dizem os jogadores?

O tempo de preparação do Cruzeiro para enfrentar o Tombense foi curtíssimo. A delegação que viajou à Argentina desembarcou em Belo Horizonte por volta das 5h de sexta-feira, e o elenco só se reapresentou na Toca da Raposa na manhã de ontem, pouco mais de 24 horas antes do duelo de hoje. Apesar da “maratona”, o zagueiro Léo se coloca à disposição para a partida.

– Estamos sempre à disposição. A gente procura trabalhar para sempre estar à disposição para que a gente possa ajudar o Cruzeiro a vencer. Claro que a decisão é sempre do Mano sobre a escalação dos jogadores, mas a gente está sempre à disposição, procurando se recuperar o mais rápido possível para estar em campo.

Robinho reconhece o desgaste e deixa a decisão sobre a escalação nas mãos do técnico Mano Menezes.