[the_ad id="288653"]

Fim da novela: Democrata desiste e não disputará a Série D em 2024

FOTO: Juninho Nogueira

GOVERNADOR VALADARES – Problemas financeiros se tornaram o pivô da renúncia do Democrata em sua participação na Série D do Campeonato Brasileiro deste ano. A informação foi publicada nas redes sociais da Pantera na tarde desta quinta-feira (8), após reunião entre diretoria e comissão técnica. 

Foram dias de especulações sem retorno oficial, o que gerou certa angústia nos torcedores alvinegros, com ênfase naqueles que estiveram presentes na última partida. Através da carta aberta divulgada, o clube apontou que os problemas financeiros enfrentados pela instituição foram primordiais para a decisão de renunciar. 

“Após uma análise minuciosa de nossa situação financeira e dos recursos disponíveis para viabilizar nossa participação na referida competição, chegamos à conclusão de que não dispomos dos meios financeiros suficientes para sustentar de maneira adequada e condigna nossa participação no certame. É de conhecimento público os desafios e bloqueios financeiros enfrentados pelos clubes mineiros para a disputa do torneio, uma vez que outras duas agremiações do nosso Estado também tomaram a mesma decisão pelos mesmos motivos”.

Vale ressaltar que, além da equipe valadarense, especula-se também a desistência dos mineiros Villa Nova e Pouso Alegre. 

A princípio, a determinação da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) era de que o prazo final para a inscrição dos times fosse até a última sexta-feira (2). Todavia a entidade prorrogou o prazo para esta quinta-feira (8). Entretanto devido às questões internas discutidas pelas instituições, uma nova extensão do período de inscrição havia sido descartada.

Insatisfação

Ainda sem um pronunciamento oficial, na partida contra a Tombense nessa quarta-feira (7), no Mamudão, alguns torcedores do Democrata aproveitaram o momento para se manifestarem. Por meio de uma faixa estendida na arquibancada, os democratenses, insatisfeitos, expuseram desagrado com a possibilidade de ficar de fora da quarta divisão. Além disso, havia também um pedido pela implantação da SAF (Sociedade Anônima de Futebol) no clube.

Todavia a Pantera ainda na nota divulgada na data de hoje também ressaltou o compromisso com a transparência diante da população valadarense.

“Compreendemos que a reação pública sobre essa decisão vem carregada de paixão pelo clube e união de esforços para o bem da instituição. Contudo não vendemos ilusões! Preferimos as críticas e cobranças, ainda que as compreendemos duras e exageradas em alguns momentos, do que conduzir o clube para um caminho de maiores dificuldades, ou até mesmo, de encerramento de suas atividades, como já chegou bem perto de acontecer”.

Confira o comunicado na íntegra:

Comments 3

  1. Plínio Medeiros says:

    Bom dia. Quem assumirá a vaga.

  2. É lamentável está dinastia que não tem competência para administrar uma rinha de galo , encher a camisa da única paixão que o povo valadarense tem que é o amor incondicional a PANTERA, chegar a este ponto , sugiro que está diretoria em o nome do senhor Jesus se afaste e deixe o Grupo Coelho Diniz em especial ao Deputado Hercílio Diniz que assuma o democrata em gratidão ao povo que não abre mão de comprar somente em seus maravilhosos e competitivos supermercado .
    Tudo na vida tem um fim e chegou o fim deste que se acha eterno presidente que dentro de um terreno milionário são consegue levantar moedas pra manter a única alegria que o povo valadarense tem , este amor maior do que o próprio desejo de ir para os EUA , o amor ao Esporte Clube Democrata.

  3. Gabriel says:

    Coloca o Santa Cruz Futebol Clube No Lugar Deles. 🇾🇪🐍🇾🇪

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

[the_ad_placement id="home-abaixo-da-linha-2"]

LEIA TAMBÉM

Rubens comemora gol de empate pelo Galo

🔊 Clique e ouça a notícia BELO HORIZONTE – Na raça, o Galo arrancou o empate contra o América-MG, aos 50 minutos do segundo tempo, no clássico pelo Campeonato Mineiro.

Popó recusa desafio de Vitor Belfort

🔊 Clique e ouça a notícia SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Acelino Popó de Freitas recusou o desafio feito por Vitor Belfort para se enfrentarem em uma luta de boxe.