TJMG determina prisão domiciliar e tornozeleira eletrônica para réu em execução de alimentos

0
333
FOTO:Divulgação

O desembargador Luís Carlos Gambogi, da 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), determinou a prisão domiciliar com monitoramento eletrônico por tornozeleira de um réu em ação de execução de alimentos. Também mandou intimá-lo, a fim de que apresente caução (valor executado), para garantia do débito, no prazo de 15 dias, […]