Cão Apolo ajuda policiais a localizarem drogas no Centro

O cão Apolo teve participação decisiva na localização da droga e na prisão do suspeito

O cão Apolo, que integra a equipe Rocca (Rondas Ostensivas com Cães), teve participação importante na localização de uma boa quantidade de entorpecentes que estava escondida num local no Centro conhecido como ponto de venda de drogas. Inicialmente, uma equipe fazia o monitoramento do local na última terça-feira, 3, quando avistou L.D.P.S., 18 anos, bastante conhecido no meio policial por prática de tráfico de drogas e pelo envolvimento em outros crimes, como roubo e homicídio. Como apresentava atitude suspeita, ele foi abordado e em seu bolso foi encontrada a quantia de R$ 140,00.

Durante as buscas no local, foi acionada a equipe Rocca. Ao passar pelo exato ponto onde minutos atrás L.D.P.S. revirava o solo, o cão assumiu a postura de alerta específico, indicando a presença de entorpecentes. O local foi verificado e nele foram localizadas 41 pedras de crack, confirmando a indicação do cão.

Seguindo com as buscas, a equipe Rocca encontrou mais três esconderijos de drogas no local, apreendendo mais 49 pedras de crack, uma bucha de maconha, uma bucha de crack esfarelado, além de R$ 103,55 em cédulas e moedas diversas, que estavam acondicionadas com uma porção da droga.Diante do flagrante, foi dada voz de prisão a L.D.P.S., que foi conduzido à Delegacia Regional, juntamente com o material apreendido.