Escola Frei Angélico aplica provas especiais para ingressar na EJA

0
980
A EJA é uma oportunidade de continuidade de estudos, principalmente para pessoas que trabalham e não podem frequentar o ensino regular, explica a diretora Regina Luiza da Silva.Foto Angélica Lauriano

A educação é o maior e melhor instrumento de mudança. Através dela, o homem consegue compreender melhor a si mesmo e ao mundo em que vive. Dessa forma, a própria educação deve ser a primeira a aceitar e a acompanhar o desenvolvimento e suas especificidades, renovando e promovendo a interação com o novo. A Educação de Jovens e Adultos (EJA) é uma modalidade de ensino cujo objetivo é permitir que pessoas adultas, que não tiveram a oportunidade de frequentar a escola na idade convencional, possam retomar seus estudos e recuperar o tempo perdido. Na Escola Estadual Frei Angélico de Campora, a EJA vem sendo aplicada há 10 anos. Através de uma prova especial, o aluno pode dar sequência ao ensino fundamental e concluí-lo em apenas dois anos.

Para uma pessoa adulta que retoma seus estudos, o desejo maior é o de se preparar para o trabalho, de ter autonomia e de se dar bem profissionalmente. Um aluno com idade de 35 anos, por exemplo, retomando os anos escolares correspondentes ao 4º ano do ensino fundamental, não se interessará por uma atividade infantil. Daí a necessidade de abordar conteúdos equivalentes, mas com uma linguagem adulta e que vá ao encontro daquilo que esse público deseja.

As inscrições ainda estão abertas para a EJA 2019, na secretaria da Escola Estadual Frei Angélico de Campora. A oportunidade é gratuita e voltada para qualquer pessoa, maior de 15 anos, que deseja retomar seus estudos e obter uma certificação no ensino fundamental.

Segundo a diretora da escola, Regina Luiza da Silva, as provas especiais são realizadas todas as terças e quintas-feiras, a partir das 18h. “Os exames da EJA são uma oportunidade de continuidade de estudos, principalmente para pessoas que trabalham e não podem frequentar o ensino regular, bem como para estudantes que precisam concluir apenas uma ou duas disciplinas para obter sua certificação. Basta saber ler, escrever e interpretar. O resultado das provas sai no mesmo dia. Cabe ao aluno decidir se vai querer dar continuidade ou não aos estudos na escola ou se vai procurar outra forma de estudo”, explica a diretora da escola.

As provas especiais são realizadas durante todo o ano. Já as vagas para dar sequência pela EJA são abertas no início do ano, porém, este ano foram abertas duas turmas. “Essa é uma oportunidade maravilhosa para quem deseja concluir o ensino fundamental. O aluno vai fazer duas séries em um ano, com aulas presenciais e com professores altamente capacitados. Basta vir à secretaria da escola munido de comprovante de escolaridade e documentos pessoais e fazer a matrícula. Caso as vagas tenham sido preenchidas, os interessados entram para uma lista de espera”.

A Escola Estadual Frei Angélico fica na rua Paraná, 77, no bairro de Lourdes.

por Angélica Lauriano | angelica.lauriano@drd.com.br