Em 24h, 400 mil pessoas se inscrevem para prova que certifica ensino médio

0
997
FOTO:Divulgação.

Em 24 horas, 491 mil pessoas se inscreveram para as provas do Encceja (Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos), marcadas para o dia 25 de agosto. As inscrições foram abertas na segunda-feira, 20, e vão até o dia 31 de maio. O Encceja dá certificação de ensino fundamental e médio e é uma oportunidade para quem não concluiu os estudos na idade adequada.

Dessas inscrições, a maioria (84,8%), ou 416 mil pessoas, busca o certificado do ensino médio. As demais (15,2%) querem a certificação do ensino fundamental. O número de inscritos nas primeiras 24 horas é considerado um recorde pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira).

O Encceja é uma oportunidade para quem não concluiu os estudos na idade adequada. Há provas para o ensino fundamental e o ensino médio, e para participar basta ter a idade mínima exigida: 15 e 18 anos, respectivamente. O exame é gratuito e as inscrições devem ser feitas pela internet, no Sistema Encceja, até 31 de maio. As provas serão aplicadas em 25 de agosto, durante a manhã e a tarde, em 611 municípios brasileiros.

A edição de 2019 traz algumas novidades, principalmente relacionadas à acessibilidade. Pela primeira vez, o edital tem uma versão em Língua Brasileira de Sinais (Libras), disponível no canal do Inep no YouTube. Quem já teve laudo médico aprovado em outras edições não precisa apresentar novo laudo durante a inscrição. Participantes surdos, deficientes auditivos e surdocegos devem indicar, durante a inscrição, se usam aparelho auditivo ou implante coclear. Outra mudança é a necessidade de justificar o motivo da ausência na edição passada. A segurança também foi reforçada. O participante que deixar seu aparelho eletrônico emitir qualquer som durante a aplicação será eliminado, e todos os lanches serão revistados.

Orientações

Para tentar a certificação no ensino fundamental é preciso ter 15 anos completos no dia da prova. Para o ensino médio é preciso ter pelo menos 18 anos. Maiores de 18 anos podem fazer o exame para o ensino médio direto, mesmo que não tenham completado o ensino fundamental.

Só obtém o certificado quem consegue a nota mínima exigida em cada uma das quatro provas, mais a redação. É no momento da inscrição que o participante seleciona as provas que fará. Para quem já participou de outras edições do Encceja e obteve nota suficiente em alguma das provas, basta se inscrever para aquelas que faltam. O sistema de inscrição não exibirá as áreas de conhecimento em que o participante já tenha conseguido a nota mínima em edições passadas do Encceja ou no Enem, até 2016. É também durante a inscrição que o participante escolhe a instituição certificadora, que vai emitir o diploma.