Dialética do trabuco

FOTO: Divulgação

Na campanha para presidente de 1960, Jânio Quadros foi a um comício em Aimorés (MG), onde o clima andava tenso entre facções da UDN e PSD. Assim que começou, José Aparecido de Oliveira foi com o deputado Padre Godinho à barbearia. Quando um fazia barba e outro cortava o cabelo, tiros foram ouvidos. Godinho decidiu sair da barbearia e Aparecido ponderou: “Não vá, eles continuam atirando!…” O religioso sacramentou: “Vou, é meu dever de sacerdote. Preciso dar extrema-unção ao Jânio…”