Dissertação de mestrado tem como tema “Museu da Cidade”

424
FOTO; Divulgação.

“Os motivos para pesquisar sobre o Museu da Cidade foram variados. Posso citar minha prática como professor nas redes municipal e estadual”

O recém-titulado mestre em educação Lucinei Pereira da Silva defendeu, no final de 2018, a tese intitulada “Sentidos que emergem da relação dos professores de História com o Museu da Cidade de Governador Valadares”. O artigo foi apresentado ao programa de pós-graduação em educação da Universidade do Estado de Minas (UEMG), em Belo Horizonte. O mestre e sua ex-orientadora, Lana Mara de Castro Siman, estiveram no Museu da Cidade para entregar formalmente uma cópia do trabalho, que passa a integrar o acervo bibliográfico da instituição.

Na pesquisa, Lucinei explica que partiu do pressuposto de que os museus representam um espaço de conhecimentos, de sentidos e de sensibilidades que têm o potencial de contribuir significativamente para o ensino de história, seja representando um caminho aberto para o estudo das memórias coletivas e sociais, seja para estimular a curiosidade dos alunos e desenvolver novas percepções. E foram essas novas percepções que o levaram a desenvolver a tese de mestrado.

“Os motivos para pesquisar sobre o Museu da Cidade foram variados. Posso citar minha própria prática como professor nas redes municipal e estadual. Como cidadão valadarense, costumo frequentar museus em quase todas as cidades que visito, e como pesquisador analiso a relação entre os Cadernos de Diretrizes Curriculares da Rede Municipal e o Museu da Cidade. Como professor de História, tenho o costume de realizar atividades de Educação Patrimonial junto aos estudantes dos ensinos fundamental e médio, visitando cada bem histórico da cidade e o museu desde 2012. A partir daí, pensei em fazer meu trabalho de conclusão de curso (TCC) da especialização sobre o currículo de história da rede municipal e o Museu da Cidade. Nesse trabalho não houve um maior aprofundamento da relação museu/currículo, devido ao pouco tempo disponível para a coleta de dados e a redação do texto. Dessa forma, resolvi me inscrever no mestrado em Educação da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG), por meio do qual tive a oportunidade de ampliar e aprofundar a temática já abordada na especialização”, conta o professor.

Sobre a importância dos museus para a educação, a ex-orientadora de Lucinei, a professora Lana Castro, comenta: “Os museus de cidade (em relação aos grandes museus nacionais) têm uma importância muito grande, porque estão mais próximos do cidadão; contam histórias que ele, a família ou os amigos viveram. Esses museus, tendo uma narrativa que atraia e instigue, que problematize a história, trazem um sentimento de pertencimento que tem uma potência muito grande. Os museus são muito importantes, tanto para a população geral quanto para a população escolar (que, como sabemos, é mais frequente), além de poderem se aproximar de todos os setores da sociedade mais facilmente.”

Josmar Coelho, diretor do Museu da Cidade, ressalta que trabalhos como esse do Lucinei mostram a importância da instituição. “É motivo de muito orgulho para nós receber essa dissertação, para cuja elaboração o nosso museu foi tão importante. Isso significa que o museu tem história e que essa história está disponível a todos os interessados. O Museu da Cidade é fonte de pesquisa, seja bibliográfica, seja dos objetos do acervo, e estamos de portas abertas para receber outros pesquisadores”, diz Josmar Coelho.