Curso gratuito ajuda fumante a abandonar vício no Leste de Minas

0
1614

O tabagismo é um dos principais fatores de risco de morte precoce e incapacidade em todo o mundo. Hoje há aproximadamente 1,1 bilhão de fumantes no planeta. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil ocupa o oitavo lugar no ranking de número absoluto de fumantes, cerca de 11 milhões de homens e sete milhões de mulheres.

Para marcar o Dia Mundial sem Tabaco, celebrado em todo 31 de maio, a Igreja Adventista do Sétimo Dia promoverá o seu tradicional curso para deixar de fumar, entre os dias 22 e 29 de junho, na cidade-sede da instituição, Governador Valadares. Os organizadores estimam que até 70% das pessoas abandonam o vício após o curso. As inscrições poderão ser feitas até dia 20/06 e a iniciativa é totalmente gratuita.

Conforme o médico Marcello Niek, diretor de Saúde da Igreja Adventista na América do Sul, a grande vantagem dos cursos promovidos pela instituição religiosa é que eles focam no indivíduo e constroem uma rede de relacionamentos saudáveis, para que a pessoa se sinta segura e acolhida ao enfrentar tão difícil batalha. Dessa forma, mais do que apenas um tratamento médico ou um grupo de autoajuda, trata-se de uma grande oportunidade para as pessoas, mesmo não fazendo parte da Igreja, conhecerem e se sentirem parte de uma comunidade que as ama e se preocupa com elas.

Segundo o Ministério da Saúde, durante o hábito do tabagismo são introduzidas no organismo cerca de 4.720 substâncias tóxicas, incluindo nicotina (responsável pela dependência química), monóxido de carbono (o mesmo gás venenoso que sai do escapamento de automóveis) e alcatrão, que é constituído por aproximadamente 60 substâncias cancerígenas, como agrotóxicos e elementos radioativos.