Inscrições para o Enem 2019 terminam amanhã

0
125
FOTO: Divulgação

Os estudantes que estão concluindo o ensino médio este ano e os que têm por objetivo ingressar em uma universidade pública precisam ficar atentos porque termina amanhã, sexta-feira, 17, às 23h59, o prazo para fazer as inscrições. Todos os participantes precisam fazer inscrição, inclusive aqueles que tiverem a isenção do pagamento da inscrição aprovada. Quem não teve o pedido de isenção aceito deve pagar a taxa de R$ 85, até 23 de maio. O Enem é uma iniciativa do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Os participantes que necessitarem de atendimento personalizado devem solicitá-lo durante a inscrição. Surdos, deficientes auditivos e surdocegos deverão informar se usam aparelho auditivo ou implante coclear. Para quem deseja inserir o nome social, as informações poderão ser preenchidas no site entre os dias 20 e 24 de maio.

As provas do Enem acontecerão nos dias 3 e 10 de novembro. No primeiro dia serão aplicadas as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Redação e Ciências Humanas e suas Tecnologias. Já no segundo dia do exame serão aplicadas as provas de Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias. A aplicação terá 5h de duração.

Enem

As notas do Exame permitem ao estudante se inscrever no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), sistema informatizado do Ministério da Educação (MEC) que condensa as vagas de universidades públicas de todo o país.

No caso de o aluno optar por universidades privadas, o Enem é necessário para acessar as modalidades de financiamento ofertadas pelo Governo Federal. Para concorrer a uma das bolsas do Programa Universidade Para Todos (ProUni), por exemplo, é necessário que o candidato tenha obtido nota mínima de 450 pontos no Enem e não tenha zerado a redação. O ProUni oferece bolsas que variam de 50% a 100%.

Outra forma de apoio financeiro que também tem como pré-requisito a realização do Enem é o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Nesse caso, há uma modalidade com juros zero, para estudantes com renda familiar per capita de até três salários mínimos, e outra com juros que variam de acordo com a instituição bancária. O Fies pode ser solicitado pelo estudante em qualquer etapa do curso.