Valadares se despede do diácono Gilberto Metzker

0
390
Diácono Gilberto serviu por muito tempo na Catedral de Santo Antônio e na Paróquia São Judas Tadeu, em Valadares.Foto: Divulgação

Amigos e familiares se despediram na tarde de ontem, 22, do diácono permanente Gilberto Metzker, que  morreu neste domingo, 21, por complicações no quadro de saúde, devido a um câncer. O corpo foi velado ontem no salão da Catedral de Santo Antônio, com missa presidida pelo bispo Dom Félix. O sepultamento ocorreu no fim da tarde, no Cemitério Memorial Park. Casado com Marília de Andrade, Gilberto tinha 77 anos e deixou três filhos.

Amigos e familiares se despediram do diácono Gilberto Metzker. O corpo foi velado no salão da Catedral de Santo Antônio. FOTO: Divulgação

O diácono Gilberto foi ordenado no ano de 2007 na Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, em Valadares. Serviu por muito tempo na Catedral de Santo Antônio e na Paróquia São Judas Tadeu, no bairro São Pedro. Ao longo de sua vida, também exerceu várias funções de destaque no município, nas iniciativas privada e pública. Foi colaborador e voluntário no Programa Esporte no Sete, na TV Rio Doce e na Rádio Mundo Melhor. Mesmo com complicações no quadro de saúde, diácono Gilberto não se afastou de sua missão nas comunidades onde serviu.

Em nota, a diocese de Governador Valadares lamentou a perda e destacou a importância de Gilberto no ministério diaconal na cidade. “Gilberto foi um homem de fé, uma pessoa cheia de luz e sempre a serviço do Reino de Deus. A Catedral tem profunda gratidão por este amigo e irmão, que exerceu com muita dignidade este importante ministério diaconal. Nos solidarizamos com a família e com os amigos neste momento de dor e saudade”.