A ideia de Marcos Fontes é sair de Valadares de bicicleta e ir até a montanha de Condor Blanco, no Chile, realizando um sonho de criança

A proposta de Marcos Fontes é ir pedalando até chegar no Chile passando pelo Uruguai e Argentina

Mochila, foto e pedal. Este é o sonho aventureiro do comerciante Marcos Fontes, de 34 anos, que resolveu realizar uma viagem de Valadares até o Chile. O detalhe é que esta viagem vai demorar um pouco mais, vai durar 60 dias, porque a aventura é sobre duas rodas. Serão dois meses de um sonho que começou ainda criança. A viagem está marcada para começar no dia 18 de novembro, porém, Marcos não vai sozinho; estará com ele a escritora e life coach Nathalia Souza, que ajudou na motivação e realização deste sonho. Durante a viagem, Nathalia vai registrar tudo. A ideia é fazer um diário de bordo que será postado nas redes sociais e, posteriormente, escrever um livro sobre o trajeto.

Marcos Fontes, que sempre foi ligado ao esporte, chegando a dar aula de tae kwon do na cidade, conta que por inspiração do pai, ainda criança ele começou a sonhar em fazer uma viagem de bicicleta, mas o tempo passou e o sonhou ficou pra trás. “Sempre amei o esporte e a natureza, comecei no cicloturismo há três anos, minha grande referência foi meu pai que na adolescência pegou a bike e foi até Belo Horizonte como teste. O sonho dele mesmo era chegar até São Paulo para visitar uns parentes, na época eu comecei a sonhar em ir com ele, porém, esta viagem nunca aconteceu. Depois de fazer uma auto-avaliação, passei por um processo de reflexão, aí eu encontrei este sonho dentro de mim. Assim como eu o sonho cresceu. Hoje São Paulo é apenas parte do trajeto. Eu quero chegar até Chile”.

O atleta explica que dinheiro para fazer a viagem ele não tem. “O sonho foi plantado e agora está criando forma. Dinheiro eu não tenho para bancar uma viagem como esta. Estou contando com ajuda de patrocinadores: conseguir 80% do valor da bicicleta. Ao longo do percurso vou contar com ajuda das pessoas. Se tiver onde dormir eu durmo, se tiver como comer eu como, senão vou me virando. Desistir é uma palavra que não combina comigo. Ganhei alguns shakes para levar na viagem, acredito que vai me ajudar muito. Daqui dois meses estarei na montanha de Condor Blanco. Estou muito ansioso. Esta viagem vai fazer a diferença na minha vida e na vida da equipe”.

Projeto Mochila, Foto e Pedal

Para Nathalia Souza, a viagem não vai ser fácil, mas o atleta estará bem assessorado pela equipe. “Vão ser dois meses onde o atleta vai fazer o percurso de bicicleta daqui de Valadares até o Chile. Eu e minha equipe estaremos no carro de apoio. Eu apoiei o Marcos no processo de coaching e acabei montando o projeto de superação, desafios e limites. A minha ideia é escrever um livro contando a trajetória da viagem. No decorrer da viagem teremos um roteiro turístico muito bacana com algumas atividades que vamos realizar ao longo do trajeto. Teremos também um diário de bordo que estará exposto nas redes sociais e produziremos uma minissérie registrando a viagem. Nosso objetivo é envolver as cidades que estão nos recebendo”.

Os interessados em acompanhar toda a viagem através do diário de bordo basta acessar a página: www.facebook.com/mochilafotoepedal/. A viagem está prevista para acontecer no dia 18 de novembro e vai passar por quatro países: Brasil, Uruguai, Argentina e Chile.