Valadarense que mora nos Estados Unidos procura pela mãe biológica há 13 anos

0
8863
"Tem coisas que nunca cairão no esquecimento, e enquanto houver razões eu não vou desistir de encontrar você, mãe", afirma Claudiane. FOTO: Divulgação

Depois de muitos anos de dúvidas, questionamentos e mágoas, a valadarense Claudiane Coelho Subtil, de 32 anos, resolveu partir em busca de suas raízes. O alvo principal da investigação é a mãe biológica. Adotada quando recém-nascida, ela foi criada por uma família valadarense, mas nunca soube os motivos que levaram a mãe a deixá-la. “Nasci […]