UFJF forma mais 31 médicos, cinco deles de Valadares

FOTO: Divulgação

Após seis anos de muitos estudos e desafios, os formandos da terceira turma de Medicina do campus Governador Valadares da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF-GV) celebraram, na tarde do dia 29 de agosto, o recebimento do tão sonhado diploma universitário.

Os sentimentos de satisfação e dever cumprido, visíveis no semblante dos 31 novos médicos que a UFJF apresenta à sociedade, foram valorizados pelo reitor Marcus David. Em sua fala, David reconheceu o mérito dos formandos, que ajudaram no processo contínuo de consolidação da UFJF em Governador Valadares. “Além de toda uma formação de altíssima qualidade, as turmas iniciais do nosso campus também desempenham um papel fundamental na consolidação de uma universidade pública aqui na região. Foram muitos desafios que essa turma enfrentou e que certamente trouxeram momentos de insegurança. Porém, a determinação de cada um desses profissionais, sem dúvida nenhuma, fez a diferença para que este dia de hoje ocorresse. Ou seja, é com muita satisfação que a UFJF apresenta médicos e médicas formados com muita competência, mas com características de persistência, determinação e luta. A UFJF tem muito orgulho de ter participado da formação de cada um de vocês”.

O sentimento de orgulho foi compartilhado pelas dezenas de familiares e amigos dos formandos que lotaram o auditório da Unipac. Com os olhos marejados, a valadarense Júlia Coelho, avó da agora médica Paula Coelho, transbordava felicidade ao testemunhar a conquista da neta. “Eu tenho muito orgulho de ter uma universidade pública em minha cidade e de poder ver a minha neta se formando aqui. Ela foi criada, cresceu e agora tornou-se médica aqui. É tanto orgulho que não cabe em mim.”

Paula é apenas uma dos cinco valadarenses que receberam o diploma universitário. “É um privilégio estudar em uma universidade pública aqui na minha cidade. Estar em casa e ter a minha família por perto me ajudou muito. Ou seja, ao contrário de muitos de meus colegas, eu não sofri tanto com a saudade de pessoas queridas”, destacou a médica, que pretende se especializar em psiquiatria.

Saudade que acompanhou a formanda Isabella Cristina Alves desde 2013, ano em que resolveu deixar o estado de Goiás para cursar medicina em Governador Valadares. “Depois de tantos desafios, chega ao fim um ciclo maravilhoso em minha vida. Fui muito bem acolhida aqui, mas chegou a hora de voltar para minha terra, arrumar um emprego e ficar por lá mesmo”, afirmou a médica, que pretende se especializar em otorrinolaringologia.

Isabella estava acompanhada pelo namorado Breno Ricardo, médico também formado pela UFJF-GV, na segunda turma de medicina. Nascido em Belo Horizonte, Breno optou por continuar em Governador Valadares, mesmo após se formar, mas já pensa em seguir novos caminhos. “Desde fevereiro eu tenho atuado aqui na região, mas estou pensando em voltar para Belo Horizonte ou então seguir pra cidade da Isabella, para que possamos construir carreira e família juntos”.