Trabalho da CPI que vai investigar a Valadarense começa na terça-feira

Presidente da Câmara Municipal, Júlio Avelar (PV), convocou a imprensa na tarde de ontem para oficializar a CPI da Valadarense. FOTO:Divulgação.

Foi oficializada na tarde de ontem, na Câmara Municipal de Governador Valadares, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que vai apurar supostas irregularidades na Empresa Valadarense de Transporte Público Urbano, atual Mobi. A instalação da CPI é um sinal verde para o início das atividades da comissão, definidas para começarem na terça-feira, dia 18, às 16 horas, no plenário do Legislativo. A CPI será presidida pelo vereador Dr. Marcílio (MDB), líder de Governo. O relator da comissão será o vereador Alessandro Ferraz, Alê (PHS), e o vice-presidente Dandan Cesário (PHS). Rosemary Mafra (PC do B), autora do pedido de CPI, e o vereador Coronel Wagner (PMN) serão vogais.

 

Foto: Eduardo Lima

Legenda: Com Dr. Marcílio como presidente, CPI da Valadarense é instalada na Câmara Municipal