“Temos de estar a serviço de todos”

FOTO:Divulgação

Deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), relator, sobre a reforma da Previdência

 

Apoio do Congresso retira favoritismo de Raquel

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, perdeu o favoritismo na disputa pelo próprio cargo após o presidente Jair Bolsonaro tomar conhecimento do apoio a ela dos presidentes do Senado e da Câmara. O chefe de governo não gostou do movimento da titular da PGR, buscando respaldo político para permanecer à frente de um cargo técnico. Não misturar as coisas é “cláusula pétrea” do atual governo.

Gratidão é a chave

Político experiente, Bolsonaro acha que Dodge seria grata a quem a indicou, até para mostrar “independência” daquele que a terá nomeado.

PGR é governo

Bolsonaro até gostaria que Davi Alcolumbre ou Rodrigo Maia lhe devessem essa, mas a PGR pertence à estrutura do Poder Executivo.

Preferido da associação

Na votação da Associação Nacional do Procuradores da República, o subprocurador-geral Mário Bonsaglia foi o mais votado, com 478 votos.

Listra tríplice

Também compõem a lista tríplice os procuradores Luiza Frischeisen, que conseguiu 423 votos, e Blaul Dallouol, que recebeu 422 votos.

Paulo Guedes engasga na venda direta do etanol

O ministro Paulo Guedes (Economia) fala grosso sobre “abrir o mercado” do gás da Petrobras para distribuidoras privadas, mas faz silêncio sobre a venda direta de etanol aos postos. Isso poderia reduzir o preço para o consumidor em 20%, no mínimo. O poder absoluto de distribuidores, nada mais que atravessadores, parece inibir aquele desassombrado Paulo Guedes que prega a livre-concorrência.

Todos pela venda direta

O presidente Jair Bolsonaro já defendeu a venda direta, o conselho de defesa econômica (Cade) também, e há até decisões judiciais.

Combate ao lobby

A agência reguladora ANP (Petróleo) e Paulo Guedes não querem contrariar o poderoso lobby das distribuidoras/atravessadoras.

Medida simples

Basta revogar a suspeita resolução da ANP, que criou o milionário cartório para as distribuidoras, para que a lisura se restabeleça.

Diplomata carrapato

Ex-chanceler de Dilma, embaixador Mauro Vieira antes era mal falado por não haver punido diplomatas petistas que se recusaram a trabalhar em visita do então presidente Michel Temer a Nova York. Agora por se agarrar como carrapato à chefia da missão do Brasil junto à ONU.

Agarrado ao bem bom

Mesmo com substituto já designado, o embaixador Mauro Vieira se agarra a Davi Alcolumbre, chefe do Senado, para tentar continuar em Nova York, no apartamento que nos custa R$ 60 mil por mês. Ou mais.

Risco de derrota

Líderes de outros partidos acham que se a Câmara votar apenas o 1º dos dois turnos da PEC da Previdência antes do recesso, como quer o líder do PP, Arthur Lira (AL), há o risco concreto de derrota do projeto.

Assessoria especial

Ex-chefe de gabinete da Secretaria de Governo, o pernambucano Augusto César Vareda assumirá nesta segunda-feira (8) a assessoria especial do general e novo ministro Luiz Eduardo Ramos.

Sem culpa

Levantamento do Paraná Pesquisa avaliou a prisão do militar brasileiro na Espanha, com 39 quilos de cocaína. Entre os 80% de entrevistados que tomaram conhecimento dessa notícia e 72,8% não acreditam que o presidente Jair Bolsonaro tem responsabilidade sobre o caso.

Mal acostumados

Na votação do texto-base da reforma da Previdência, deputados se viram obrigados a exercitar a paciência e a trabalhar na madrugada de sexta. Em média, foram 50 minutos para cada destaque apreciado.

Eleição fora de época

Neste domingo haverá eleições em Minas (Aguanil, Elói Mendes e Nova Porteirinha) em Rondônia (Candeias do Jamari) e no Rio Grande do Sul (Palmares do Sul), para substituir prefeitos cassados.

TCU errou

O TCU retificou a informação sobre a sede da Eletronorte. Em nota tipo “erramos”, o tribunal informou que R$ 18 milhões correspondem apenas a uma “estimativa” e não ao gasto com a mudança efetiva de endereço.

Alô, é de Marte?

A reforma andou, a Bolsa bateu novo recorde, o dólar caiu, tem o acordo Mercosul-UE para festejar, mas as manchetes se resumem ao vazamento de mensagens não confirmadas.