SMED entrega 377 medalhas no Concurso de Língua Portuguesa e Matemática

O concurso envolveu mais de três mil alunos do 6º ao 9º ano de 22 escolas da rede municipal de ensino de Valadares

O auditório da Univale estava em festa na tarde desta quarta-feira (20) com a premiação do 2º Concurso de Língua Portuguesa e Matemática. Acompanhados de tambores, apitos e faixas, o público comemorou o desempenho de alunos, professores e equipe escolar. Realizado pela Secretaria Municipal de Educação (SMED), em parceria com Universidade Vale do Rio Doce (Univale) e Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG), o concurso premiou 377 alunos com medalhas de ouro, prata e bronze.

Miriã Alves de Morais, do 6º ano da Escola Municipal Vereador Hamilton Teodoro, conseguiu a melhor nota em Língua Portuguesa e faturou medalha de ouro e um tablet. A aluna ainda ganhou uma medalha de prata em Matemática. “Eu estudei, me dediquei muito. Procurei ser humilde, não me deixar levar pelo orgulho. É uma dádiva receber duas medalhas. Contei com o apoio dos meus professores, dos meus pais e principalmente de Deus”.

Já Sara da Silva, do 7º ano do Silas Crespo, levou prata em língua Portuguesa e espera ganhar ouro na próxima edição. “Estou muito feliz. Em 2018 eu tentei e não consegui a medalha. Mas este ano eu ganhei a medalha de prata. Se Deus quiser, ainda vou conseguir ouro, porque vou me dedicar ainda mais aos estudos”.

As três escolas municipais com maior número de medalhas foram Antônio Castro Pinto, do distrito de Goiabal, Ivo de Tassis e Silas Crespo. A diretora Jeane Alencar, da Escola Municipal Silas Crespo, disse se sentir realizada com o resultado. “Nós tivemos um ótimo desempenho. No total, ganhamos 25 medalhas, um impacto excelente para nossos alunos em questão de ensinabilidade. Isso nos traz nova perspectiva escolar e também à comunidade do Vila dos Montes. São alunos que estão aprendendo e progredindo. Esse concurso deixa de ser uma disputa para se tornar um bem maior a todos”.

O secretário Municipal de Educação, José Geraldo Lemos Prata, agradeceu às equipes escolares, os servidores do Departamento de Ensino, os parceiros IFMG e Univale, e ainda lembrou as escolas do campo que não puderam estar presentes devido à chuva da madrugada de quarta-feira (19). “É momento de comemorar e agradecer. Cada medalha entregue a vocês é fruto do trabalho de uma equipe extremamente comprometida pela educação de Valadares. Estamos felizes pela premiação, gratos pela chuva que faz falta, mas estamos tristes pelas oito escolas que não puderam participar. Com elas, a festa seria mais completa”.

O prefeito André Merlo parabenizou os alunos e desejou que eles sejam bem-sucedidos no futuro. “O concurso desenvolve não apenas a língua portuguesa e matemática, mas também treina nossos alunos para o Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) e o Enem. Daqui a uns anos vocês vão estar na Univale, IFMG ou em uma universidade federal estudando e buscando sua profissão, seu destino através da educação. A saída para um mundo melhor é a educação. Quero parabenizar todos os alunos que participaram, mesmo aqueles que não foram premiados e todos os demais envolvidos nessa brilhante iniciativa”.

A premiação

Os estudantes do 1º ao 3º lugar de cada ano faturaram medalhas alusivas de ouro, prata e bronze. Além disso, os alunos com maiores notas ganharam tablets: 4 para os destaques em Língua Portuguesa e 4 para os de Matemática. Seus professores receberam menção honrosa e medalha de ouro.

Ainda foram lembrados com menção honrosa professores e escolas com alunos classificados nos três primeiros lugares. A Universidade Vale do Rio Doce também entregou o Prêmio Univale: um computador ao melhor projeto didático-pedagógico de curta duração, conquistado pela Escola Municipal Realina Adelina Costa, de Santo Antônio do Porto.