Protocolo janista

Informado de que o presidente Juscelino Kubitschek estaria em evento da Fiesp, em São Paulo, o governador Jânio Quadros disse que o hospedaria com prazer. “Mas ele quer ficar num hotel da cidade”, avisou um assessor. Nesse caso, ponderou Jânio, ele não precisaria saber da ilustre visita:

– Quem fica em hotel deve ser recebido pelo porteiro.

JK acabou hospedado no Palácio dos Campos Elísios, residência oficial.

___

Com André Brito e Tiago Vasconcelos |  www.diariodopoder.com.br