Primeira vitória traz alívio para o Democrata

0
215
Democrata e Nacional de Muriaé se enfrentaram na noite de segunda-feira, 18, no Estádio José Mammoud Abbas.Foto: Juninho Nogueira

A vitória de virada do Democrata sobre o Nacional de Muriaé, por 2 a 1, trouxe alívio para a equipe valadarense no Campeonato Mineiro do Módulo II. O disputado jogo aconteceu diante de sua torcida, no Estádio José Mammoud Abbas, na noite de segunda-feira (18), fechando a sexta rodada da competição. De olho no acesso à elite do futebol mineiro, o resultado deixou a Pantera em 7º lugar na classificação, com 8 pontos, a dois da zona de classificação. O Nacional de Muriaé permanece com 9 pontos e continua em 6º lugar. O próximo desafio da Pantera será no sábado, 23, contra o Democrata de Sete Lagoas, na Arena do Jacaré.

O primeiro lance de perigo foi da equipe de Muriaé, após lambança da defesa do Democrata, quando o atacante Wagner recebeu lançamento, mas foi interceptado pelo zagueiro Dodô. Aos 10 minutos, Victor Valle cobrou falta, mas a bola passou por cima do gol. Jogando com o apoio de sua torcida, o Democrata acordou no jogo e buscou ficar com a posse de bola por mais tempo. Com isso, passou a chegar ao ataque e pressionar no campo adversário. Érick Dias e Jéferson Braga tiveram duas boas oportunidades, antes dos 20 minutos, de abrir o placar no Mamudão, mas desperdiçaram. Em seguida, na primeira chance real do Nacional, o placar foi aberto.

A equipe do Democrata se desdobrou dentro de campo e conseguiu virar o placar da partida, conseguindo sua primeira vitória na competição. FOTO: Vitor Carlos

Aos 21 minutos, uma recuperação de bola na lateral direta culminou em cruzamento, que encontrou Wagner Jr. sozinho dentro da pequena área. Ele só escorou de cabeça e fez 1 a 1 para o Nacional. Com o gol sofrido, o Democrata aumentou a pressão sob o adversário. Após falta bem perto da grande área, o camisa 10 da Pantera, Victor Valle, empatou para o time da casa, aos 28, em cobrança de grande categoria, sem chances para o goleiro Léo Flores.

Aos 42 minutos, o zagueiro Wagner Lima, do Muriaé, foi expulso do jogo, após falta dura no atacante Jeferson. Com um homem a mais, o técnico Wander Santos, na sua estreia no comando do Democrata, colocou o time mais ofensivo na volta do segundo tempo. Ele sacou um volante e passou a ficar com mais opções ofensivas, com três atacantes. A Pantera conseguia aumentar a pressão sobre a defesa do Nacional, que recuou. Aos 13 minutos, Érick Dias recebeu pela esquerda em velocidade para cruzar para dentro da pequena área, para o atacante do Democrata que chegava de frente para o gol. O cruzamento forte balançou as redes, após o toque contra do lateral do Nacional, Rodrigo Paulista: 2 a 1 para equipe valadarense, levando ao delírio a torcida presente no Mamudão.

Com a vantagem no placar, o Democrata passou a esperar o time adversário, perdendo pressão da marcação no campo adversário. Mesmo com um homem a mais em campo, a equipe de Wander Santos sofreu para assegurar a vitória até os minutos finais do jogo.

O Democrata começou perdendo para o NAC, mas virou o jogo e contou sua primeira vitória no Módulo II. FOTO: Juninho Nogueira.

No sufoco, resultado agrada técnico da Pantera

Mesmo com um homem a mais em boa parte do jogo, a torcida do Democrata sofreu nos minutos finais da partida. Para o técnico Wander Santos, o resultado trouxe alívio para a sequência do campeonato. Entretanto, há muito que ser feito na equipe. “Tivemos sufoco sim. O jogo foi muito igual, com chances para os dois lados. O mais importante foi a vitória que a gente precisava na tabela. Ao poucos vamos implantando nosso estilo de jogo em campo. A busca pela adaptação é normal nos primeiros dias. Minha forma de trabalhar é diferente do Cipriano, mas está tranquilo. O elenco está entendendo muito bem e vamos trabalhar mais para o próximo confronto”, garantiu.

Em fase de adaptação, Wander promete cobrar mais a posse de bola e o poder ofensivo da equipe valadarense. “Vamos continuar dando sequência àquilo que cobrei antes do jogo, que são as finalizações. Graças aos últimos treinos, o time finalizou muito mais do que nas outras partidas, isso prova o efeito do nosso trabalho. Agora é acertar o pé e ter a posse de bola. Na segunda pecamos em ter pouca posse de bola para dominar o jogo. Sabemos das nossas limitações, mas vamos para a próxima partida mais preparados”, afirma.

Próximos desafios

Na sétima rodada, o Democrata viaja para Sete Lagoas, onde enfrenta o Democrata de Sete Lagoas no sábado, 23, às 16 horas, no Estádio Joaquim Henrique Nogueira – “Arena do Jacaré”. No mesmo dia e horário, o NAC tem duelo contra o Serranense, em Nova Serrana.

Detalhes do jogo

  • Democrata: Victor Lube; Yan Gomes, Círio, Dodô e Andinho; Ítalo (Canga), Christian e Victor Valle (Luiz Henrique); Erick Dias, Yago (Diogo Capela) e Jeferson. Técnico: Wander Santos.
  • Nacional: Léo Flores; Igor Salles, Vidal; Bruno Simões e Jairo Rodrigo; Paulista (Ronald); Léo Índio e João Willian; Matheus Jorge (Éderson); Lucas Salles (Igor Caldeira) e Wagner
  • Técnico: Duílio.
  • Árbitro: André Luiz Policarpo (FMF).
  • Auxiliares: Ricardo Vieira Rodrigues (FMF) e Richard Cristoffer da Silva (FMF).
  • Público pagante: Não divulgado.

por Eduardo Lima | eduardolima@drd.com.br