PRF divulga balanço da operação de Natal 2018

0
255
Mesmo com toda campanha preventiva feita pela Polícia Rodoviária Federal ainda foi grande o número de multas por excesso de velocidade nas estradas brasileiras. FOTO Divulgação

Mesmo com os constantes alertas a respeito de como dirigir com segurança nas rodovias brasileiras, os motoristas ainda cometem muitos excessos quando estão ao volante. Para se ter ideia, a Polícia Rodoviária Federal divulgou ontem, 26, o balanço da Operação Natal 2018, nas rodovias federais brasileiras. Os números impressionam.

Durante o período de Natal, os agentes da PRF registraram mais de 70 flagrantes por hora de condutores fazendo ultrapassagens irregulares em rodovias federais. Também foram registrados 72.725 flagrantes de excesso de velocidade em rodovias federais de todo o Brasil.

Entre os dias 21 e 25 de dezembro, o policiamento da Polícia Rodoviária Federal funcionou em regime de reforço e abordou mais de 150 mil pessoas nesse período, que faz parte da Operação Rodovida. Durante os cinco dias da ação, a PRF focou sua fiscalização no combate a condutas como: ultrapassagens irregulares, excesso de velocidade e direção após o consumo de álcool.

A Operação Integrada Rodovida é fruto da integração entre a Casa Civil, Ministérios da Segurança Pública, Saúde, Cidades, Transportes e os órgãos estaduais e municipais para reduzir as mortes no trânsito, e o esforço que vem sendo realizado desde a segunda quinzena de dezembro contribuiu para a redução do número de acidentes e de sua letalidade.

Mesmo assim, entre sexta-feira, 21, e terça-feira, 25, a fiscalização intensiva dos agentes da PRF registrou 8.513 motoristas realizando ultrapassagens irregulares em todo o Brasil. As ações de fiscalização do órgão também focaram na alcoolemia ao volante: durante os quatro dias da Operação Natal, foram 1.907 autos de infração para motoristas que dirigiram após ingerir bebida alcoólica, um flagrante a cada 21 testes aplicados.

Outros 5.807 motoristas foram flagrados sem cinto de segurança. Durante as fiscalizações, a PRF também emitiu 946 autos de infração para motociclistas sem capacete e 1.020 motoristas foram flagrados trafegando com crianças sem o dispositivo de segurança (cadeirinha).

Mesmo com ações de educação para o trânsito, nas quais policiais rodoviários federais alertam os motoristas sobre condutas que podem resultar em acidentes, o órgão contabilizou 1.166 acidentes em rodovias federais. Destes, 303 foram acidentes graves, quando resultaram em, pelo menos, um óbito ou um ferido gravemente. Esses acidentes resultaram em 1.485 feridos e 89 mortos.