Prefeitos ameaçam parar serviços prestados pelo Estado por falta de repasses

0
419
“Não temos o menor interesse de continuar a parceria com o Estado. Vamos excluir o transporte escolar, depois vamos romper a parceria com a Polícia Militar, a Polícia Civil e todos os órgãos do governo estadual que a prefeitura ajuda a manter na cidade”, diz o prefeito Acássio Azeredo Coutinho, de Carlos Chaga.Foto: Divulgação

Com apenas cinco dias da volta às aulas na rede estadual e com previsão do retorno na rede municipal para o dia 18, os prefeitos mineiros têm a difícil missão de gerir o orçamento dos municípios. Eles reclamam que estão sem recursos em caixa, até mesmo para o transporte escolar, devido à dívida do Estado […]