Polícia Civil prende quatro suspeitos de tentativa de assalto a agência bancária em Virginópolis

0
229
A violência da explosão praticamente destruiu a agência bancária, mas os assaltantes não conseguiram levar nenhuma quantia em dinheiro.FOTO: Divulgação

A Polícia Civil  prendeu, no final da tarde de segunda-feira (25), quatro suspeitos de tentar assaltar uma agência bancária em Virginópolis.O crime aconteceu na madrugada, por volta das 2h, quando o grupo invadiu a instituição bancária e acionou artefatos explosivos, que causaram danos generalizados à agência. Sem levar nenhuma quantia em dinheiro, os suspeitos evadiram e deixaram para trás uma bolsa preta com um celular e uma máscara contra gases, entre outras coisas.

Além dos materiais citados, a perícia ainda encontrou uma cápsula deflagrada, provavelmente de pistola calibre 380, e vários explosivos, que estavam no interior da agência.Iniciadas as diligências em busca dos suspeitos, equipes da Polícia Civil conseguiram prender, ainda no final da tarde, T.M.S., de 19 anos, P.H.C.M., 22; F.M.S., 32, e C.S.S., 45. Eles estavam em uma casa no bairro Alvorada, em Guanhães.

Um dos homens é investigado por suspeita de envolvimento em outras três ocorrências de furtos a estabelecimentos bancários no Estado, sendo um em Teófilo Otoni e outros dois nas cidades de Oliveira e Caraí. Na ocasião do crime no distrito de Ponto do Marambai, em Caraí, no ano 2013, o suspeito teria proferido ameaças contra um jornalista conhecido na região, integrante de uma emissora de televisão de destaque nacional.

As investigações ainda dão conta de que, dentre os suspeitos, alguns têm passagens por formação de quadrilha e explosão de caixas eletrônicos, além de posse ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas.Os quatro investigados foram conduzidos à Delegacia e ouvidos, mas negaram participação no crime. Porém, um celular apreendido no interior da agência contém foto do suspeito C.S.S., que confirmou que o celular seria de sua propriedade, mesmo negando que estava no local. No aparelho ainda havia mensagens suspeitas, inclusive com o envio de foto de um cartão de outra instituição bancária.

Todos os suspeitos foram autuados em flagrante por furto tentado qualificado – por repouso noturno, concurso de mais de duas pessoas, rompimento de obstáculo e utilização de explosivos – e encaminhados ao Sistema Prisional, onde permanecerão à disposição da Justiça.