Polícia Civil prende dois homens da Bahia que vieram praticar golpes em Valadares

518
Com os dois suspeitos os policiais apreenderam um veículo e vários documentos utilizados para aplicar golpes na cidade.FOTO: Divulgação Polícia Civil

A Polícia Civil  prendeu em flagrante, na manhã de ontem, 27, dois indivíduos, de 25 e 27 anos, por crime de estelionato, em Governador Valadares. Os suspeitos foram surpreendidos pelos policiais enquanto faziam a retirada de produtos adquiridos em uma loja de material de construção, no Distrito Industrial, utilizando documentos falsos.

Policiais civis receberam informações de que duas pessoas estariam em um centro de distribuição de material de construção para a retirada de produtos adquiridos com o cartão de crédito daquela loja, no valor total de R$ 4.992,71. A suspeita era de que a transação teria sido realizada com documentação falsa. A negociação teve início na última quinta-feira (23), quando os suspeitos solicitaram, formalmente, um cartão de crédito junto àquela loja atacadista.

No local de retirada dos produtos, os policiais surpreenderam os suspeitos, tendo D.S.M.D., de 27 anos, apresentado carteira de identidade em nome de Lucas Mascarenhas Veloso, além de comprovante de endereço e renda. O outro rapaz, Z.D.M., de 25 anos, alegou estar apenas acompanhando o amigo, mas foi verificada sua coautoria no delito.Após dialogar com os policiais, D.S.M.D. assumiu seu verdadeiro nome e disse que teria vindo a Governador Valadares com a intenção de obter mercadorias para vendê-las para terceiros e obter vantagem econômica.

Os dois homens afirmaram residir em Vitória da Conquista/BA e estar hospedados em um hotel em Governador Valadares.A equipe acompanhou os suspeitos até o hotel indicado, onde foram localizados, no quarto em que os dois estavam hospedados, mais documentos particulares com indícios de falsificação, telefones celulares, cartões bancários, comprovantes de renda e residência em nome de terceiros e um notebook. Além do material, a Polícia Civil apreendeu o automóvel utilizado pelos suspeitos, uma vez que não foi apresentada a documentação.

Aos policiais, o suspeito D.S.M.D. ainda teria confessado que praticou o mesmo crime em outras lojas da cidade, mas não mencionou quais.Dessa forma, os dois indivíduos, bem como todo o material arrecadado, foram entregues na Delegacia. Ambos foram autuados em flagrante por crime de estelionato e encaminhados ao Sistema Prisional, onde permanecem à disposição da Justiça. O veículo apreendido foi rebocado para pátio credenciado do Detran.