Polícia Civil conclui inquérito de homicídio em Governador Valadares

Segundo Luciano Cunha, delegado de Homicídios, Maicon Douglas Peres da Silva segue foragido. Foto: Eduardo Lima

A Polícia Civil de Governador Valadares concluiu as investigações do homicídio de Rodrigo Ebenézer Moreira de Lima, de 22 anos, no dia 2 de janeiro, no bairro Vila Park Ibituruna. O delegado de Homicídios, Luciano Cunha, informou, durante entrevista coletiva realizada na manhã de ontem, 25, na 8ª Região Integrada de Segurança Pública (8ª RISP), que os autores do crime já foram identificados. Um está preso preventivamente e o outro ainda está foragido. A motivação do homicídio seria uma discussão em um churrasco.

Relembre o caso

O homicídio foi registrado no final da noite do dia 2 de janeiro, no bairro Vila Park Ibituruna. Uma viatura da Polícia Militar fazia patrulhamento pelo bairro, quando foi abordada por moradores, que disseram ter ouvido tiros vindos da rua da Pedreira. Os policiais foram até o local e se depararam com o corpo de Rodrigo caído no chão. De acordo com informações, a vítima saiu da casa da sogra, após um churrasco, em direção à sua casa, na rua da Pedreira. Em seguida, algumas pessoas ouviram disparos. A sogra e a esposa de Rodrigo foram até o portão e o viram correndo na direção delas. Antes de morrer, Rodrigo revelou os nomes das pessoas que atiraram contra ele: Jeferson dos Santos, 24 anos, e Maicon Douglas Peres da Silva, de 25 anos.

Segundo o delegado de Homicídios, Luciano Cunha, a revelação do nomes dos autores do crime, feita pela vítima antes de morrer, e a contribuição de testemunhas, ajudaram na conclusão do inquérito. “Todo o caso começou dias antes da confraternização. Após uma discussão na casa da sogra, foi feita uma emboscada para Rodrigo, que estava indo em direção à sua casa quando foi surpreendido com dois tiros no peito. Depois do crime, os autores fugiram da cidade. Nós relatamos o inquérito ao Judiciário ainda no mês de março, pedindo a prisão preventiva de ambos”, explicou Cunha.

De acordo com a Polícia Civil, Jeferson foi preso em flagrante no dia 9 de março, em Caratinga. Já Maicon Douglas Peres da Silva segue foragido. “Tivemos êxito na prisão de Jeferson em Caratinga; no entanto, o Maicon continua foragido, com mandado de prisão preventiva em aberto. Ambos têm passagens pela polícia por porte ilegal de armas e tráfico de drogas. Maicon é considerado um dos chefes de gangue do bairro Vila Park Ibituruna e havia deixado o presídio em outubro de 2016. Diante disso, nós pedimos o auxílio da população, para colaborar com a identificação do autor. Um crime tão fútil, motivado por uma simples discussão em um churrasco”, comenta o delegado.