PM e Bombeiros divulgam balanço da Operação Tiradentes Adsumus em Valadares

515
FOTO: Juninho Nogueira

A Polícia Militar divulgou na manhã de ontem, 25, em Governador Valadares, o balanço da Operação Tiradentes Adsumus. A ação foi deflagrada na quarta-feira, 24, e contou com a participação do Corpo de Bombeiros. Ao todo, 140 policiais se mobilizaram na ação conjunta, que é considerada a maior operação de segurança pública do país. 14 pessoas foram presas e nove armas de fogo apreendidas.

O balanço da Operação Tiradentes Adsumus foi divulgado em coletiva de imprensa realizada na 8ª Região Integrada de Segurança Pública (RISP). Os militares trabalharam na operação nos 58 municípios da área de cobertura. A operação foi deliberada pelo Conselho Nacional de Comandantes Gerais das Polícias e Corpos de Bombeiros Militares do Brasil (CNCG). O objetivo foi realizar ações de segurança e proteção, conforme o planejamento específico de cada setor.

O objetivo da Operação Tiradentes Adsumus foi promover ações de segurança e proteção, conforme o planejamento específico de cada setor.Foto: Eduardo Lima

De acordo com o chefe do Estado Maior da 8ª Região da Polícia Militar, tenente-coronel Marlúcio Fernandes de Souza, a ação culminou em 14 prisões, apreensão de drogas, de armas e autuação de motoristas que cometiam irregularidades no trânsito. “A Operação Tiradentes é uma ação da PM e do Corpo de Bombeiros Militar (CBM) dos estados, realizada todos os anos, atuando na prevenção, manutenção da ordem pública e segurança nos municípios na região. Ao longo do dia, foram realizados apreensão de pequenas porções de maconha e cocaína, prisões em flagrante e mandatos de prisão. Concluímos a operação de maneira positiva, graças ao trabalho conjunto de todos os militares envolvidos”, disse.

Em relação à participação do Corpo de Bombeiros, mais de 120 municípios das regiões dos vales do Rio Doce, do Mucuri e do Jequitinhonha foram alcançados pelas ações e tiveram estabelecimentos na área da saúde vistoriados, além de ações de prevenção e combate a incêndios, orientações para salvamento e atendimento pré-hospitalar. O comandante do Sexto Batalhão do Corpo de Bombeiros de Governador Valadares (6º BBM), major Luciano Barbosa, também avaliou de forma positiva a Operação Tiradentes Adsumus. “O foco maior do 6º BBM foi a vistoria em estabelecimentos hospitalares da área de abrangência do Sexto Batalhão. Com relação aos estabelecimentos, foram vistoriados 162 lugares. Eu fico muito feliz, porque não foi verificado nenhum tipo de situação de risco eminente nos locais vistoriados. No entanto, identificamos algumas irregularidades na segurança, mas nada que comprometa a estrutura e leve à interdição do local”, explica.

Foram identificadas irregularidades em hospitais e policlínicas. O major Luciano afirmou que apenas 20% dos estabelecimentos estão com o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) regular. “Foi identificada a falta de renovação do AVCB em alguns lugares. O auto é obrigatório em qualquer edificação e a grande maioria estava vencida. Conforme a lei de prevenção, notificamos os locais e recomendamos que façam as mudanças no prazo legal de 60 dias. A notificação não impede o atendimento do local”, concluiu.

por: Eduardo Lima | eduardolima@drd.com.br