Central do Assinante







PUBLICIDADE



AS MAIS LIDAS
Página Inicial:: >> Notícias do Brasil & Mundo >> Agropecuária >>
sábado, 22 de agosto de 2015

A solução está na terra

Perfuração de poços artesianos pode ser a solução para suprir pequenas propriedades rurais e amenizar prejuízos na produção quando de estiagens prolongadas
FOTO: Antônio Cota
Os irmãos sócios-proprietários Robson de Vasconcellos e Renato Henrique de Vasconcellos mostram algumas bombas usadas em poços artesianos
GOVERNADOR VALADARES -

O uso das águas subterrâneas está em alta devido à crise hídrica que o País enfrenta. A perfuração de poços é uma das alternativas, tendo em vista que a água subterrânea já representa 98% de toda a água doce do Planeta. Nesse sentido, uma empresa referência no mercado é a Fermaq, que há 20 anos se dedica à perfuração de poços artesianos em todo o Brasil. Para o orgulho de Valadares, a sede da empresa fica na cidade, na rua Sete de Setembro, 5.277, bairro Planalto.

 

A Fermaq Poços Artesianos é uma empresa dinâmica e respeitada no mercado, com alta capacidade produtiva. Conta com uma equipe de profissionais altamente capacitada e preparada. A empresa detém tecnologia de ponta, com equipamentos de perfuração modernos, bastante compactos e eficientes. À frente da empresa estão os irmãos sócios-proprietários Robson de Vasconcellos e Renato Henrique de Vasconcellos. Robson ressalta que a Fermaq é hoje a única empresa especializada em perfurar poços artesianos na cidade. "Quando começamos, existiam no mercado cerca de cinco empresas concorrentes. Hoje somos só nós. Acredito que isso aconteça porque o investimento e o risco de manter empresas especializadas nesse ramo é muito alto", avalia.

 

O poço artesiano tem pequeno diâmetro e grande profundidade, de onde a água jorra até a superfície. A água é captada de rochas e sedimentos dos aquíferos, que ficam protegidos da contaminação humana, e geralmente não é preciso tratá-la. Até há alguns anos, a captação através de poços no País era apenas para suprir pequenas propriedades rurais. Hoje são fontes autônomas nas áreas rurais, onde funcionam muitas vezes como a única alternativa. O setor agrícola vem amenizando os prejuízos na produção em estiagens prolongadas.

 

O que diferencia um poço artesiano do outro é sua construção e o material empregado na obra. Para tanto, itens como estrutura operacional, segurança, tecnologia e qualidade na construção são essenciais para a conclusão de uma obra com excelência. "Para se ter uma noção, o compressor que usamos nas obras não é fabricado no Brasil", enfatiza Robson.

 

Prova de que a Fermaq é referência no mercado é que a empresa já fez poços artesianos em Ilhéus (BA), no Rio de Janeiro e nos próximos dias fará em Montes Claros. Foi ela ainda a responsável pela criação de poços artesianos nas Usinas Hidrelétricas de Baguari e Aimorés. Vale ressaltar que a execução desse trabalho exige estudos preliminares, aplicação de normas padronizadas, responsabilidade técnica e empresas capacitadas e com boa tecnologia. Está pensando em construir um poço artesiano? Procure a Fermaq, na rua Sete de Setembro, 5.277, bairro Planalto. Para mais informações: telefone 3221-4636.









COMENTE ESTA NOTÍCIA


COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA






NOTÍCIAS RELACIONADAS