Central do Assinante







PUBLICIDADE



AS MAIS LIDAS
Página Inicial:: >> Notícias do Brasil & Mundo >> Agropecuária >>
sábado, 12 de março de 2016

Programa vai impulsionar cadeia produtiva bovina no Estado

FOTO: Divulgação
O PROGRAMA Minas Pecuária tem o objetivo de aumentar a produtividade da bovinocultura no Estado
GOVERNADOR VALADARES -

Minas Gerais sempre foi referência na cadeia leiteira. Mas ano após ano, o Estado foi perdendo sua representatividade na cadeia produtiva leiteira e sofre hoje com os baixos ganhos de produtividade no setor. Para reverter esse quadro, o governo do Estado lançou o programa Minas Pecuária, uma aliança de esforços entre parceiros públicos e privados em prol da produtividade da bovinocultura.

 

A iniciativa vai beneficiar os pequenos e médios produtores rurais que exercem a atividade da bovinocultura de corte e leite nos 17 Territórios de Desenvolvimento do Estado até 2018. Para o engenheiro agrônomo do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) Marcelo Aquino, o programa chegou na hora certa para salvar pecuaristas na região do Vale do Rio Doce. “Essas ações são essenciais para o desenvolvimento da pecuária na região, principalmente em Valadares, onde a cadeia leiteira sempre foi fonte de renda. Cada diretriz desse programa possui objetivos estratégicos e ações prioritárias que buscam atender as necessidades dos produtores rurais para que estabeleçam um sistema de produção eficiente do ponto de vista técnico, econômico e ambiental”, salienta.

 

O Minas Pecuária está alicerçado em nove diretrizes: assistência técnica e extensão rural, pesquisa e inovação tecnológica, gestão da atividade, boas práticas de produção, qualidade dos produtos, sanidade animal, melhoramento genético, infraestrutura e logística, políticas setoriais e marcos regulatórios.

 

Minas Gerais possui hoje o segundo maior rebanho do Brasil, e a agropecuária representa 35% do Produto Interno Bruto (PIB) do Estado. Porém, o Estado vem sofrendo com os baixos ganhos de produtividade no setor da bovinocultura. “Além disso, está em quinto lugar entre as unidades da federação com maior produtividade de leite do País, uma colocação desagradável para um estado que era referência na cadeia leiteira. A intenção do programa Minas Pecuária é ampliar esses números em relação à pecuária leiteira”, ressaltou Aquino.

 

O Minas Pecuária foi desenvolvido pela Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento e suas vinculadas: Emater, Epamig, IMA e Ruralminas. Os produtores interessados devem procurar os escritórios da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG). A meta é atender 8 mil propriedades de pecuária de leite; outras 80 fazendas vão funcionar como unidades de referência de pecuária de corte em todas as regiões do Estado.









COMENTE ESTA NOTÍCIA


COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA






NOTÍCIAS RELACIONADAS