Central do Assinante







PUBLICIDADE


AS MAIS LIDAS
Página Inicial:: >> Notícias de Valadares e Região >> Notícias >>
terça-feira, 12 de julho de 2016

Cooperativa e MSD Saúde lançam 2ª turma da Universidade do Leite

FOTO: Divulgação
A COOPERATIVA Agropecuária Vale do Rio Doce, em parceria com a MSD Saúde Animal, lançou na noite de ontem a segunda turma da Universidade do Leite
GOVERNADOR VALADARES -

Com o objetivo de ampliar o conhecimento dos cooperados e a produtividade da cadeia leiteira no Vale do Rio Doce, a Cooperativa Agropecuária Vale do Rio Doce, em parceria com a MSD Saúde Animal, lançou na noite de ontem a segunda turma da Universidade do Leite. O curso é idealizado pela Cooperativa junto com a MSD Saúde. O lançamento da segunda turma, no Galpão Leiteiro da Cooperativa, dentro do Parque de Exposições, reuniu vários cooperados.

 

O curso capacitará os cooperados durante 5 meses, por meio de encontros técnicos e teóricos. As aulas práticas ocorrem no Parque de Exposições e na Cooperativa. No final do curso será entregue um certificado de conclusão da capacitação. A Universidade do Leite é aberta somente a cooperados e seus colaboradores. O curso será dividido em 5 módulos: Criação de Bezerras; Curso de Ordenhador; (Prevenção, Diagnóstico e Tratamento de Mastite); Reprodução e Melhoramento Genético; Nutrição Animal; e Bem-estar animal (manejo racional). A conclusão do curso termina dia 16 de dezembro.

 

Em entrevista ao DRD, o palestrante da MSD e consultor em pecuária Flávio Lima disse que as aulas visam à qualificação dos cooperados e seus colaboradores, com o objetivo de prestar serviços focados na melhoria da qualidade e no aumento da produtividade do leite. “Na verdade, a Universidade do Leite é um curso para fazer com que o cooperado tenha um aumento na produção de leite em sua propriedade. Pelo volume de pessoas que participaram da primeira turma, no ano passado, deu para perceber o entusiasmo dos cooperados diante dos módulos trabalhados pelos palestrantes da MSD. Além disso, os alunos tiveram aulas práticas dentro do Parque de Exposições”, explicou.

 

Para o presidente da Cooperativa, Guilherme Olinto Resende, a profissionalização das propriedades leiteiras é o primeiro passo para melhorar a produtividade da cadeia leiteira. 

 

“Queremos fazer da Universidade do Leite uma continuidade para os próximos anos, com conteúdos diferentes. A primeira turma foi de mais de 120 cooperados. A partir daí se percebe a necessidade de estar capacitando nossos cooperados. Estamos vivendo um momento em que não dá para trabalhar como antigamente. A informação é fundamental para o produtor rural não ficar no prejuízo. Graças à nossa parceria com o laboratório de produtos veterinários MSD Saúde Animal, a Universidade do Leite é inovadora, com prestação de serviços diferenciados focados na melhoria da qualidade e no aumento da produtividade leiteira da nossa região”, afirmou Olinto.









COMENTE ESTA NOTÍCIA


COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA






NOTÍCIAS RELACIONADAS