Central do Assinante







PUBLICIDADE


AS MAIS LIDAS
Página Inicial:: >> Notícias de Valadares e Região >> Notícias >>
quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Matou o amigo por causa de chinelo

FOTO: Antônio Cota
DOUGLAS SANTOS foi encontrado morto na casa onde morava com o suspeito. Ele foi morto com pauladas na cabeça na terça-feira, na rua Seleme Hilel, no Vila Park Ibituruna
GOVERNADOR VALADARES -

A Delegacia de Homicídios considerou a morte de Douglas Souza Santos, de 27 anos, na madrugada de terça-feira, no bairro Vila Park Ibituruna, como tendo sido consumada por motivo fútil. Isso porque o acusado de ter cometido o crime, um homem de 27 anos, preso na cidade de Caratinga 24 horas após o assassinato, disse que o crime teria ocorrido por causa de um chinelo. O suspeito teria pegado um chinelo da vítima e trocado por uma pedra de crack. Como o rapaz estava cobrando insistentemente o chinelo, eles acabaram discutindo, e o homem acabou matando Douglas, com quem morava havia três meses.

Segundo o delegado Gean Vítor Fanti, 'os pontos' foram ligados devido à única chave da casa. "Duas testemunhas contaram que a vítima e o suspeito residem na mesma casa e estavam no local sozinhos desde a última sexta-feira. O tio da vítima [que teve a identidade preservada] teria ido para a cidade de Caratinga. Essas testemunhas disseram que na madrugada da última segunda-feira os residentes estavam consumindo bebidas alcoólicas e ainda fazendo uso de drogas, e em certo momento ouviram uma conversa com as vozes mais elevadas", explicou o delegado.

 

Na manhã de terça-feira, nem suspeito nem vítima foram vistos, e o tio desta última, ao chegar e não encontrar os demais residentes da casa, foi à procura do acusado em seu local de trabalho, pois era ele quem ficava com a chave da casa. No entanto, descobriu que o suspeito não tinha ido ao trabalho desde segunda-feira. Intrigado com essa informação, foi ao local de trabalho do sobrinho, contudo, este também não estava lá, e por isso retornou à casa, desta vez mais atento. Ao se aproximar percebeu um forte odor e resolveu acionar a PM. Ao entrar na casa, os militares encontraram o corpo de Douglas.

"Verificamos que a casa havia sido trancada por fora, e por isso descartamos a possibilidade de arrombamento. Fizemos buscas para encontrar o outro morador, sem êxito. Ficamos sabendo que o suspeito tem parentes nos municípios de Alpercata e Caratinga. Com base nessas informações, solicitamos à PM para que acaso encontrasse o suspeito o capturasse. No mesmo dia, a PM de Caratinga teve êxito em encontrá-lo no início da noite. Ele a princípio se identificou com outro nome, contudo, devido à informação de que já constava no sistema, revelou seu verdadeiro nome e, ao ser confrontado com as informações, confessou o crime", relatou o delegado Fanti. 









COMENTE ESTA NOTÍCIA


COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA






NOTÍCIAS RELACIONADAS