Central do Assinante







PUBLICIDADE


AS MAIS LIDAS
Página Inicial:: >> Notícias de Valadares e Região >> Notícias >>
quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Pavotec substitui 2 mil lixeiras no Centro

FOTO: Antônio Cota
As lixeiras são uma forma de ajudar a manter o centro da cidade limpo, mas vândalos acabam inutilizando-as

As pessoas que circulam pelo centro da cidade têm notado que há alguns dias funcionários da Pavotec vêm fazendo a substituição das lixeiras velhas ou quebradas. A equipe de reportagem do DIÁRIO DO RIO DOCE circulou por alguns pontos da cidade e pôde constatar que, além do desgaste pelo tempo de uso, muitas lixeiras precisam ser trocadas por causa de vândalos que promovem todo tipo de mau uso delas, ou melhor, as quebram, colocam fogo ou até mesmo as roubam.

 

A falta de conscientização e cidadania acaba causando prejuízos financeiros para o município, ou melhor, para a empresa que presta o serviço de limpeza da cidade, a qual tem o compromisso de mantê-las em perfeito funcionamento. Essa responsabilidade é contratual, mas mesmo com o fato de o dinheiro para a compra de novas lixeiras ser de responsabilidade da empresa, o custo acaba sendo do contribuinte, que é quem paga pela limpeza da cidade.

 

Através de nota a prefeitura informou que iniciou, nesta semana, o trabalho de instalação de 2 mil lixeiras em diversos pontos da cidade. Toda a área central, incluindo praças, lagoas, pontos de ônibus, além das cercanias de hospitais, escolas, do Teatro Atiaia, capelas-velório, Policlínica, Mercado Municipal, Estações Rodoviária e Ferroviária serão beneficiadas.

 

A nota informa ainda que as 200 primeiras lixeiras já estão sendo instaladas este ano, com prioridade, neste primeiro momento, para os pontos de ônibus, locais com grande concentração de pessoas. Segundo o diretor do Departamento de Limpeza Urbana (DLU), Jerônimo Cadetti, o trabalho é realizado pela Pavotec.

 

“A instalação das papeleiras consiste em uma obrigação contratual por parte da Pavotec, que é a empresa responsável pela coleta de lixo na cidade e que ficará responsável por esse trabalho. As lixeiras são de polietileno e têm capacidade de 50 litros, sendo fundamentais para evitar o descarte irregular do lixo no chão ou em qualquer outro lugar público”, explica Cadetti.

 

A proposta é que, além da colocação de novas lixeiras, seja feita a substituição das mais antigas, que já se encontram quebradas ou sem condições de uso. “Mas vale ressaltar que, mais importante do que ações como essa, é a conscientização dos cidadãos quanto ao descarte inadequado de lixo em vias públicas e a colocação das sacolas nas portas somente em dias e horários da coleta. Se todos adotarem em seu dia a dia medidas que minimizem os impactos provocados pelo lixo, teremos um ambiente mais saudável para todos”, concluiu o diretor da DLU.









COMENTE ESTA NOTÍCIA


COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA






NOTÍCIAS RELACIONADAS