Central do Assinante







PUBLICIDADE


AS MAIS LIDAS
Página Inicial:: >> Notícias de Valadares e Região >> Notícias >>
quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Queria tomar boca de fumo mas foi morto pelo rival

FOTO: Arquivo/DRD
Delegado Gean Vítor Fanti disse que vai pedir a prisão preventiva para manter o acusado preso

O delegado da Polícia Civil Gean Vítor Fanti explicou, durante entrevista à imprensa na manhã de quarta-feira, um homicídio cometido em Valadares em 2015, o qual foi solucionado, com o inquérito concluído e enviado à Justiça. O crime foi em novembro. A vítima, Arthur de Almeida Pinto, de 27 anos, foi baleada, ficou internada por 15 dias e morreu no Hospital Municipal. O acusado do assassinato é um rapaz de 19 anos que está preso e confessou a autoria.

 

Na entrevista, o delegado informou que o acusado do crime se encontra preso desde agosto, quando praticou um roubo a mão armada e foi detido pela Polícia Militar. Interrogado pela equipe do delegado anteontem, o acusado negou veementemente a autoria do crime, mas depois caiu em contradição e confessou que realmente ele era o autor da morte de Arthur.

 

Ainda no depoimento do acusado ficou esclarecido que o motivo que o levou a cometer o homicídio foi porque a vítima estaria interessada em tomar sua boca de fumo. A vítima morava no bairro Jardim Alice e se mudou para o Santos Dumont, onde se interessou pela boca de fumo comandada pelo autor. Arthur teria feito ameaças de morte ao rival, e este resolveu eliminá-lo primeiro.

 

Devido à ficha criminal do acusado, o delegado disse que vai solicitar à Justiça a decretação de sua prisão preventiva, para que ele continue preso. No prontuário do suspeito estão registrados tráfico de drogas, roubo e corrupções de menores. A vítima também era conhecida da polícia, e contra ela existem registros de porte ilegal de arma de fogo, ameaça e lesão corporal.









COMENTE ESTA NOTÍCIA


COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA






NOTÍCIAS RELACIONADAS