Central do Assinante







PUBLICIDADE



AS MAIS LIDAS
Página Inicial:: >> Notícias de Valadares e Região >> Notícias >>
quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Ascanavi assume a coleta de lixo reciclável em Valadares

FOTO: Arquivo/DRD
A Ascanavi trabalha com a reciclagem de lixo e agora vai fazer também a coleta do lixo seco na cidade

A prefeitura e a Associação de Catadores de Materiais Recicláveis Natureza Viva (Ascanavi) assinam hoje, no Auditório Luís Franco, na Prefeitura, contrato para a prestação do serviço de coleta seletiva de lixo seco na cidade.

 

O contrato define que a atuação da Ascanavi se dará de forma gradativa, refletindo o compromisso do município em adequar o serviço ao Plano Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12.305/2010), com a inclusão de associações como a Ascanavi. Cidades mineiras como Itaúna, João Monlevade e Belo Horizonte já aderiram e são hoje exemplos de inclusão de associações que dão certo.
 
Em Valadares, a ideia de contratar a Ascanavi para a coleta de lixo seco surgiu em 2014 e demandou a formação de comissão entre as secretarias diretamente envolvidas para o estudo e o apoio à implementação de uma estrutura operacional necessária. Desde então, melhorias foram feitas no galpão da entidade, a quem foi doado um terreno pelo município, ficando a Ascanavi envolvida no processo para assegurar sua integração e garantir melhor qualidade na prestação do serviço. Até então, a Pavotec, empresa terceirizada pela Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SMSU), é quem realiza a coleta de lixo úmido e a coleta seletiva de lixo seco. A partir de agora, gradativamente, a coleta seletiva de lixo seco passará para a Ascanavi.
 
Além de dinamizar o serviço, melhorando a regularidade da coleta, a medida garante incentivo necessário à Ascanavi para a ampliação de suas atividades e o fortalecimento dos associados. A coordenadora da Ascanavi, Raquel Rodrigues da Silva, adianta que serão contratados mais um motorista e um caminhão e quatro catadores, totalizando 52 catadores e dois motoristas. 
 
Um caminhão com equipe cobrirá o Centro, o Distrito Industrial e grandes empresas,  Correios, hospitais e bancos. Outro caminhão, também com equipe, atenderá gradativamente à mesma rota já definida pela Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SMSU) para os demais bairros da cidade.
 
Raquel da Silva ainda frisa que a cidade terá garantia de que a coleta será feita. “Investiremos, com o apoio de uma empresa parceira, a ABPQ [empresa de embalagens], em publicidade das agendas dos caminhões nos bairros da cidade e de orientação e educação da população quanto à coleta seletiva,  o que fará com que as pessoas conheçam, se programem e, cada vez mais, colaborem com a coleta seletiva em Valadares.”








COMENTE ESTA NOTÍCIA


COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA






NOTÍCIAS RELACIONADAS