Central do Assinante







PUBLICIDADE


AS MAIS LIDAS
Página Inicial:: >> Notícias de Valadares e Região >> Notícias >>
quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Aécio fez 124 viagens ao Rio com aeronave do governo de Minas

Dados de um relatório produzido pelo atual governo de Minas revelam que ex-governador também fez viagens a Florianópolis, próximo ao carnaval. Assessoria de Aécio diz que não há irregularidades e aponta erros na planilha
FOTO: Arquivo DRD
AÉCIO NEVES usou aeronaves oficiais do governo de Minas para ir ao Rio de Janeiro 124 vezes nos sete anos e três meses de mandato
BELO HORIZONTE -
Reportagem publicada ontem na “Folha de S.Paulo” revelou que o ex-governador de Minas Gerais Aécio Neves, atualmente senador pelo PSDB-MG e presidente nacional da sigla, usou aeronaves oficiais do governo de Minas para ir ao Rio de Janeiro 124 vezes nos sete anos e três meses de mandato. Os dados têm como base um relatório produzido pelo atual governo, comandado por Fernando Pimentel (PT). O relatório é assinado pelo atual secretário da Casa Civil de Minas, Marco Antônio de Rezende Teixeira, que afirma no documento — solicitado por um deputado estadual do PSDB — que não encontrou justificativa para a realização das viagens.
 
Segundo a planilha, Aécio teria feito uma média de 1,4 viagem por mês ao Rio — o que inclui, além da capital fluminense, outras cidades, como Búzios e Angra dos Reis. O custo das viagens não foi listado na planilha, mas deverá ser divulgado pelo governo de Minas à Assembleia Legislativa. A maioria das viagens foi entre quinta-feira e domingo. Além do Rio de Janeiro, também houve viagens para Florianópolis, onde morava a então namorada do senador, hoje sua esposa, Letícia Weber. Em apenas um dia, coincidentemente próximo ao carnaval, Aécio teria feito viagem de Minas para o Rio, São Paulo e Florianópolis, onde foi fotografado por colunistas sociais em eventos particulares.
 
Segundo a assessoria do senador, Aécio utilizava as aeronaves do Estado por uma questão de segurança. "As viagens realizadas pelo governador ocorreram com registros oficiais e em conformidade com o estabelecido pelas normas", diz a nota, acrescentando considerar "regular" o uso de aviões oficiais para fins particulares. A assessoria afirmou ainda que o ex-governador participou de eventos oficiais e particulares no Rio, como encontros com o então presidente Lula, o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB), homenagem na Academia Brasileira de Letras e encontros familiares em Búzios. A assessoria afirmou ainda que, após analisar a planilha divulgada pelo governo Pimentel, encontrou pelo menos 30 erros, que incluem viagens de Aécio ao Rio em dias que ele estava em Brasília, em audiência com o então presidente Lula.








COMENTE ESTA NOTÍCIA


COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA






NOTÍCIAS RELACIONADAS