Central do Assinante







PUBLICIDADE



AS MAIS LIDAS
Página Inicial:: >> Notícias de Valadares e Região >> Notícias >>
sábado, 5 de março de 2016

Emissão de passaportes cresce 64% em Valadares

FOTO: Divulgação
FORAM 12.361 passaportes em 2014, contra 20.299 no ano passado, somente em Valadares
GOVERNADOR VALADARES -

O número de passaportes expedidos em Valadares cresceu 64% no ano passado, segundo dados da Polícia Federal. Diante dos 12.361 documentos emitidos em 2014, foram 20.299 no ano passado. Em Minas, foram emitidos 215.537 passaportes em 2015, número 20% maior em relação ao ano anterior, quando foram expedidos 179.295. Os dados mostram que um novo ciclo migratório se iniciou no Estado, com  demanda superior à média nacional.

 

De acordo com o delegado da Polícia Federal, Jesse James Rodrigues Freire, são emitidos em média 2.000 passaportes por mês em Valadares. Segundo Freire, um dos fatores que contribuem para esse aumento é a crise econômica vivida pelo País. “Valadares se caracteriza por um intenso fluxo migratório principalmente para os Estados Unidos. Esse fenômeno, que se iniciou há 30 anos, se estendeu até o final dos anos 90 e início dos anos 2000. A expectativa ainda é a mesma: buscar um país que se encaixe com melhores condições de vida, e a valorização do dólar intensifica a escolha”, disse. 

 

O interesse em emigrar para os EUA diminuiu pela crise econômica vivida nesse país, somada ao efeito da legislação de migração e a recuperação da economia brasileira. “Em razão disso, as demandas por passaportes brasileiros, em que pese ainda maiores do que a maioria das delegacias descentralizadas de mesmo porte, se estabilizaram. Ocorre, porém, que com a recente crise pela qual passa nosso país, adicionada à recuperação da economia americana e, principalmente, com a alta do dólar em relação à moeda nacional, que alcançou patamares recordes, verificamos o início de novo ciclo migratório da região de Valadares”, destacou o delegado.

 

Freire ressalva que se trata de um fenômeno local, e não uma tendência nacional que poderia ser, por exemplo, imputada à melhora no serviço de atendimento de passaportes. “E a faixa etária dessa demanda é a dos 26 aos 42 anos de idade. As pessoas mais jovens viajam em busca de aventura e as de 42 buscam se encaixar no mercado de trabalho americano e nas condições de vida melhores do país.”









COMENTE ESTA NOTÍCIA


COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA






NOTÍCIAS RELACIONADAS