Central do Assinante







PUBLICIDADE


AS MAIS LIDAS
Página Inicial:: >> Notícias do Esporte >> Notícias >>
sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Bryan prevê pressão na Arena da Baixada

FOTO: Divulgação
Bryan agradeceu o apoio e confiança que tem recebido de seus companheiros e da torcida nas últimas partidas
BELO HORIZONTE -

O Cruzeiro segue sua preparação para a partida contra o Atlético-PR, válida pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo deste sábado será na Arena da Baixada, às 16h30, e o lateral-esquerdo Bryan espera que a equipe saiba suportar a pressão da torcida adversária. O camisa 17 comemorou as oportunidades dadas por Mano Menezes e espera poder ajudar a equipe caso seja acionado pelo treinador na capital paranaense. 

 

"Mais um jogo difícil. É saber jogar e lidar com a pressão da torcida deles. Tentar suportar isso e fazer uma ótima partida lá. Sabemos que não podemos voltar com derrota. São bons os jogos assim. O time deles tem muita qualidade, o nosso também. É chegar lá, fazer um ótimo jogo e tentar conseguir a vitória”, destacou. 

 

Bryan agradeceu o apoio e confiança que tem recebido de seus companheiros e da torcida nas últimas partidas em que vem atuando. “Todo passo é um processo. Tivemos dificuldades no começo, mas é passado. O Mano chegou e passamos a ter bons resultados. Quando vai bem, as peças se destacam individualmente também. Todo reconhecimento é bem-vindo. Sei das minhas qualidades, minha família e os torcedores também. O início não foi como o esperado, mas trabalhei forte para agarrar as oportunidades. Mais uma vez, caso seja escolhido, quero entrar e fazer uma ótima partida para conseguirmos a vitória”, ressaltou. 

 

Para o lateral, a equipe celeste precisa estar atenta durante os 90 minutos e tentar se adaptar rapidamente ao gramado sintético da Arena da Baixada. “Tudo tem que ser na hora certa. Apoiar e ajudar o time atrás a não tomar gol. Fazer uma boa partida, ser inteligente para jogar e também colocar a bola no chão. Quanto ao gramado, é buscar a adaptação logo no aquecimento, ver o jeito que a bola rola. Acho que não será um fator que possa atrapalhar. A concentração precisa ser desde o começo do jogo”, frisou o lateral.









COMENTE ESTA NOTÍCIA


COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA






NOTÍCIAS RELACIONADAS