Morador de Virginópolis reclama que a Cemig não quer fazer ligação de energia na casa dele

O proprietário está há dois anos tentando fazer a ligação de energia do imóvel, na avenida Arsênio Passos, em Virginópolis

Os dois últimos anos se tornaram um pesadelo para Geraldo Márcio Barbosa, morador de Virginópolis. Ele construiu uma casa e um galpão para trabalhar como mecânico, mas, desde que a construção ficou pronta, não consegui fazer a ligação elétrica do local. Geraldo conta que a construção é num loteamento novo, mas, quando ele decidiu construir, já havia 17 casas, todas com energia elétrica.O mecânico explica que todos os procedimentos necessários foram realizados, mas a ligação elétrica não foi feita.

A Cemig chegou a colocar os fios a para instalação da energia; porém, a ligação definitiva, que está apenas a um poste de distância, não é realizada. Desesperado, Geraldo diz que não sabe mais o que fazer. Ele está tendo de trabalhar em outro lugar, por falta de energia. “Eu só comprei o lote lá porque já havia várias casas com luz. Nunca passou pela minha cabeça que ia viver esse drama. Acho um descaso o que estão fazendo comigo; preciso daquele local para trabalhar”.

Daniel Marques,amigo de Geraldo, entrou em contato com o DIÁRIO DO RIO DOCE para expor a situação. Ele disse que é revoltante o que Geraldo está passando. “Revoltante o descaso da Cemig. É inadmissível que uma empresa que tenha o slogan de melhor energia do Brasil maltrate um consumidor honesto e bom pagador dessa maneira”.

Cemig

A assessoria de comunicação da Cemig esclareceu que, de acordo com a resolução da Aneel, o cliente precisa apresentar uma declaração de conformidade ambiental e uma declaração de legalidade do logradouro, documentos emitidos pela Prefeitura. A empresa informa que dará prosseguimento à solicitação assim que forem apresentados esses documentos ao posto de atendimento.

por Angélica Lauriano